Selmma Carvalho lança álbum nesta quarta, no Palácio das Artes

Com composições próprias, 'Minha festa' apresenta sonoridade acústica. Trabalho tem participações de Samuel Rosa, Ricardo Koctus dentre outros nomes

por Ana Clara Brant 20/11/2013 09:30

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Divulgação
(foto: Divulgação)
A
festa proposta pela cantora e compositora Selmma Carvalho é leve, suave e, sobretudo, alegre. Claro que não podem faltar os amigos, sejam aqueles de longa data ou os mais recentes. E foi pegando carona nesse mote que ela resolveu, depois de um intervalo de quatro anos, voltar a gravar um disco, que leva o nome justamente de 'Minha festa', também nome da música composta por Nelson Cavaquinho e Guilherme de Brito.


O quarto álbum da artista, uma produção independente assinada pelo violonista Rogério Delayon, será lançado nesta quarta-feira à noite, no Café com Música, no Palácio das Artes. “Na verdade, serão dois shows, em duas quartas-feiras consecutivas, como sempre ocorre nesse projeto”, explica a cantora. “Então não tem desculpa. Espero que todo mundo possa ir lá compartilhar com a gente essa grande festa.” Os dois shows encerram a programação do Café com Música em 2013, mas o projeto retoma em fevereiro.

Pra cima

O disco, que tem uma sonoridade bem-acústica, foi produzido sem nenhum patrocínio e traz composições próprias, inéditas e releituras. O que não faltam são faixas dos conterrâneos como Ricardo Koctus, do Pato Fu, em 'Se sorri ou chorei'. Já 'Nômade', de Samuel Rosa e Chico Amaral, que abre o álbum, conta ainda com Chico César no vocal. “Acho que essa canção é bem a cara de nós artistas, que somos meio nômades. Ela tem uma pegada eletrônica e bem pra cima. Uma ótima maneira para abrir o CD”, diz Selmma. Sem falar nas faixas assinadas por artistas contemporâneos, como 'Camaleão vaidoso' ( J. Velloso) e 'Canção do amor doméstico' (Fred Martins e Francisco Bosco).


Selmma também mostra sua verve compositora em 'A seu dispor', parceria com Vander Lee e Paulo Santos; e Paisagem pra você, ao lado de Sérgio Moreira, ou mesmo sozinha, em 'Âncora' e 'Imperfeição'. O repertório traz também duas releituras: 'Minha festa', que tem a percussão de Bill Lucas e participação vocal de Sérgio Pererê; e 'Amor', hit dos Secos &Molhados, de João Ricardo e João Apolinário. “Ficou completamente diferente da versão original. É uma coisa mais camerística, bem leve. Tem o violão e ukelelê de Delayon; a flauta e o cello de Felipe José e eu ainda toco piano”, revela.


Selmma Carvalho explica que o álbum segue o que ela sempre quis fazer, ou seja, cantar gente que faz parte de sua geração, mas também resgatar composições que ficaram perdidas. “Acho que consegui mesclar as duas coisas. E sem falar que nunca me esqueço da brasilidade. Todo disco meu tem um sambinha, porque adoro. Como não consegui patrocínio, acabei fazendo este trabalho com mais tranquilidade, no meu tempo. E espero que todos gostem do resultado.”

 

Café com Música
Quarta-feira, às 19h30, no Café do Palácio das Artes (Av. Afonso Pena, 1.537, Centro). Entrada franca. Informações: (31) 3222-5657.

Ouça à faixa 'Camaleão vaidoso', de Selmma Carvalho:

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA