Cartoon faz show para lançar o disco 'Unbeatable' no Teatro Bradesco

Banda mineira passa por momento de renovação com novo álbum; apresentação acontece no sábado, 16

por Walter Sebastião Daniel Seabra 15/11/2013 00:13

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Vitor Maciel/Divulgação
(foto: Vitor Maciel/Divulgação)
A banda mineira Cartoon faz show amanhã de lançamento do disco Unbeatable, indestrutível em inglês. É trabalho especial em vários sentidos, como conta o vocalista Khadhu. “Estamos num momento de renovação”, afirma. Que começou em 2008, com a chegada do tecladista Raphael, até chegar a diálogo maior com o público e à decisão de dar atenção especial à qualidade técnica das gravações. Mas o Cartoon manteve o que sempre foi seu objetivo: “Rock com influência da música clássica e diferente do pop”, explica Khadhu, defendendo a arte e não apenas o entretenimento.


O novo CD traz 10 faixas, a maioria criações dos últimos três anos. “É música com mensagem de cunho espiritual, que pretende levar as pessoas a uma viagem interior. Devemos procurar soluções para as coisas em nós mesmos, no equilíbrio”, defende. Exemplo do proposto, aponta, pode ser visto na música Down on the roal ahead, canção sobre a eterna busca do ser humano. “Sempre estamos buscando algo, que é diferente para cada pessoa, e que imaginamos estar logo à frente. Às vezes alcançamos, mas em seguida sentimos que não era exatamente aquilo. E a busca continua”, explica.

Aspecto essencial do novo disco, frisa Khadhu, foi cuidar da qualidade técnica do som. Às vezes, inclusive por falta de recursos, composições elaboradas não ganhavam registros à altura. “Pela primeira vez chegamos aonde queríamos. Estamos fazendo rock pesado com timbres fortes e muito claros”, comemora. “Reduzimos a quantidade de elementos – convidados, pesquisa de instrumentos etc. – e colocamos o foco na performance de cada um dos instrumentistas. Queríamos que o som pulasse para fora do alto-falante”, conta.

O Cartoon é formado por Khadhu (baixo e vocal), Bhydhu (bateria), Khykho (guitarra) e Raphael (teclado). Já lançou Martelo (1999), Bigorna (2002) e Estribo (2008). O segundo disco, uma ópera rock (e o primeiro em inglês) traz versão para a história do rei Arthur e os cavaleiros da Távola Redonda. “O disco dá a sensação de que a alma do que você faz ganhou corpo e que está se formando um legado”, garante o vocalista. “O que realizamos mostra a evolução da banda. Nunca paramos num estilo, todos os CDs são diferentes, mas têm a nossa essência: música variada que é claramente rock clássico”, orgulha-se. Veterana (18 anos), a banda conquistou, segundo Khadhu, “amigos que viabilizam coisas aparentemente impossíveis. Mas continuar de pé, criando coisas, despertando o interesse do público é sempre um desafio que cobra muito trabalho e dedicação”, afirma.

Mais moderno


A busca pela perfeição. É o que quer o novo disco do Cartoon. Com 18 anos de estrada, o grupo coloca no mercado seu quarto “filho”, batizado 'Unbeatable'. E realmente o som está imbatível. Seguindo a proposta da banda, está tudo lá, baixo, guitarras, bateria, vocal, tudo limpinho, alto e claro, como é característica do grupo. Mas, desta vez, como eles mesmo dizem, com um certo tom “rock clássico.”

Já em 'Down on the road ahead', que abre o disco, isso fica bem claro com a guitarra de Khykho e o baixo de Khadhu na medida do vocal rasgado. 'The golden charriot' é a segunda, com a bateria de Bhydhu mostrando pegada mais forte, junto com o teclado de Raphael. A balada 'Until I found you' confirma a conhecida afinação vocal da banda. E o clima sobe novamente em 'She', com uma linha de baixo, bateria e teclado bem definida, à la Deep Purple. 'Bridge to nowhere' é a música instrumental do trabalho, seguida por 'Promisses' e 'Lazarus feet'. Em 'No coming back', o som remete às bandas clássicas da década de 1970. Um rock puro, cristalino, muito benfeito. A seguir, 'Time’s running' e, fechando o disco, 'On the judgement day', que começa ao estilo 'War pigs', do Black Sabbath, com as famosas sirenes.

Assim como nos primeiros discos, que compõem uma trilogia, mais uma vez fica clara a influência dos integrantes, que fazem junção perfeita entre o erudito e o popular, conforme eles mesmo definem. 'Unbeatable' traz o Cartoon em momento de som mais moderno, mais sólido, com raízes bem calcadas no rock.

SAIBA MAIS

NA TV

As gravações de Unbeatable começaram em janeiro, mas tiveram que ser interrompidas. A banda foi selecionada entre mais de 2,2 mil grupos do país para participar do programa de TV Breakout Brasil (canais Sony Spin e Sony Entertainment Television). Nessa espécie de reality show, as bandas concorriam a um contrato com a Sony. O grupo ficou entre os top 40 e depois, com apoio dos fãs, chegou aos cinco finalistas. Não venceu, mas a participação foi decisiva no “batismo” do novo disco.

UNBEATABLE

Show de lançamento do disco do Cartoon. Sábado, às 21h, no teatro Bradescco, Rua da Bahia, 2.244, Lourdes, (31) 3516-1360. Ingressos: R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia entrada) – antecipados: R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia).

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA