Baiana Marcela Bellas lança segundo CD em show ao lado de Érika Machado

Cantoras se apresentam nesta terça-feira com o projeto Mistura Minas e repertório do novo álbum, 'Chega de chorar de amor!'

por Ana Clara Brant 29/10/2013 06:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Sora Maia/divulgação
"Como sou romântica, até na hora de compor sinto necessidade da troca de afeto", Marcela Bellas, cantora e compositora (foto: Sora Maia/divulgação)
O nome da faixa que batiza o disco, 'Chega de chorar de amor!', pode até parecer um basta ou protesto, mas mostra o que a cantora e compositora baiana Marcela Bellas realmente é: uma mulher romântica e feliz.


Na noite desta terça-feia, a artista lança o CD na capital mineira como convidada do projeto Mistura Minas. O primeiro show de Marcela em Belo Horizonte a deixa empolgada. “Foi uma boa coincidência a gente estrear este álbum aqui, ele faz parte da turnê do projeto Natura musical. Estou muito feliz de começar por BH. Sempre tive paixão pela comida, pela música e pelo povo mineiro”, afirma.

O repertório será totalmente centrado no novo projeto, que traz 11 composições – sete assinadas pela própria Marcela, seja sozinha ou em parceria com Helson Hart. “Como sou uma artista romântica, até na hora de compor sinto necessidade da troca de afeto. Aí está a importância do Helson. Realmente, achei o caminho do que queria dizer com as letras”, revela.

'Chega de chorar de amor!' tem de tudo um pouco: reggae, samba reggae, xote, rockabile, ska, twist, arrocha e duas releituras – 'Telúrica', de Baby do Brasil, e I miss her, de Lázaro Negrumy. Se no primeiro disco solo, 'Será que Caetano vai gostar?', Marcela ainda estava se descobrindo e apresentou diversas facetas, no segundo, mais maduro, está mais focada. “O CD de estreia era mais variado em termos de referências e influências. Agora, a gente tem sonoridade mais uniforme e som bem dançante”, lembra.

Acompanhada de sua banda – formada por Ricardo Hardmann (baterista), Gabriel Dominguez (guitarrista), Larriri Vasconcelos (baixista) e Tadeu Mascarenhas (produtor e tecladista) –, Marcela contará também com a participação especial da cantora, compositora e artista plástica mineira Érika Machado. As duas vão dividir o microfone em 'Acreditei, da baiana', e 'No cimento', de Érika.

“Cheguei a BH no fim de semana. Além de ensaiar bastante, passeamos pela cidade. Tenho certeza de que essa parceria será bem interessante, pois o trabalho da Érika tem tudo a ver com o meu. Estou muito contente, o disco reflete bem o que eu queria”, frisa a artista baiana.

Depois de Belo Horizonte, Marcela levará sua turnê para Salvador, onde se apresenta em 8 de novembro. Rio de Janeiro e São Paulo estão na agenda da artista.

MISTURA MINAS
Show de Marcela Bellas. Participação: Érika Machado. Nesta terça-feira, às 20h30, no Teatro Bradesco (Rua da Bahia, 2.244, Lourdes). Ingressos: R$ 15 (meia) e R$ 30 (inteira), à venda na bilheteria do teatro ou pela internet (ingressorapido.com.br). Lista amiga: R$ 20. Informações: (31) 3516-1027.

Assista ao teaser da canção 'Chega de chorar de amor':


VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA