Fãs voltam a fazer fila antes do show de Justin Bieber no Rio

Secretaria Municipal enviará equipe ao local para avaliar estrutura montada por jovens em frente à Apoteose. Grupo está acampado no local desde sábado, 18

por Agência Brasil 22/10/2013 13:13

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

REUTERS/Stringer
Justin Bieber se apresenta no Sambódromo no dia 2 de novembro (foto: REUTERS/Stringer)

A 12 dias do show do cantor canadense Justin Bieber, no Sambódromo, um grupo de fãs de aproximadamente 60 pessoas voltou a fazer fila em frente a uma das entradas do local, na região central da capital fluminense. Os jovens retornaram ao local na última sexta-feira, 18.

 

A Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop) informou que nesta terça-feira, 22, vai enviar uma equipe ao local para avaliar como os jovens estão se estruturando para permanecer na calçada em frente ao portão que dá acesso à Praça da Apoteose, até o dia do show. Segundo a Seop, não são permitidos barracas, mesas e cadeiras na calçada para não atrapalhar a passagem de pedestres. Caso esses objetos sejam encontrados no local, agentes da Seop vão retirá-los. Maiores de 18 anos poderão permanecer na fila.

No dia 26 de setembro cerca de 150 jovens, acampados desde o dia 16 no local, foram retirados por agentes da Seop com base em uma decisão judicial da Vara da Infância e da Juventude. Expedida dois dias antes, a medida   proibia a presença de menores de 18 anos de idade na calçada em frente ao Sambódromo.

Os fãs do artista pop se revezam em três grupos, de pelo menos dez pessoas, ao longo do dia. O estudante Norton Barboza, de 19 anos, disse que os jovens estão permanecendo na calçada em cadeiras ou em pé, pois quando a Seop os retirou na primeira vez, informou que não era permitido que armassem barracas para não atrapalhar a passagem de pedestres.

O estudante informou que conforme o pedido da Justiça no último dia 24, nenhum menor de idade está permanecendo na fila. “Ela [a Seop] não vai voltar a nos retirar porque não há nenhum menor agora. As pessoas que estão revezando aqui com a gente são maiores de idade. E os menores que estão no grupo não aparecem aqui, os pais deles estão vindo revezar por eles. Eu estou agora de manhã, mas daqui a pouco vou embora porque tenho meu curso. E as outras pessoas vêm no horário em que não estão ocupadas para não atrapalhar ninguém”.

Segundo Barboza, é normal que as pessoas passem de carro e os xinguem. “Há algumas pessoas que passam de carro, principalmente quando há engarrafamento aqui em frente. Elas ficam mandando a gente ir para casa, procurar uma louça para lavar. Xingam a gente, xingam o Justin, coisa normal”.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA