Festival Música do Mundo chega à quarta edição em Três Pontas

Evento terá participações de renome como Beto Guedes, Teatro Mágico e Sá e Guarabyra. Eclipse penumbral integra programação

por Ailton Magioli 17/10/2013 07:57

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Gladstone Campos/Divulgação
O cantor e compositor Beto Guedes marca a presença do Clube da Esquina no festival do Sul de Minas (foto: Gladstone Campos/Divulgação)
Pelo quarto ano seguido, a cidade de Três Pontas, no Sul de Minas, realiza o Festival Música do Mundo. Evento que nasceu em 2009 para homenagear seus dois filhos mais ilustres, Milton Nascimento e Wagner Tiso, conseguiu se sobressair por oferecer atrações diferentes do convencional nesse tipo de maratona cultural. Afinal, não é todo dia nem em todo lugar que se tem serenata no cemitério, música no pasto, dança no asfalto e poesia no quintal.

A quarta edição, que começa nesta quinta-feira e vai até domingo, está com foco mais alternativo, como destaca a jornalista Maria Dolores, da Marolo Produções, organizadora do evento. “Como as pessoas compram ingressos por depósito bancário, deu para saber de quais cidades elas eram. Tem gente de Três Lagoas (MS), Brasília, Porto Alegre, Londrina (PR), Santos e Guarujá (SP) e, claro, Minas Gerais inteira, principalmente o pessoal aqui da região. Isso nos surpreendeu bastante. Acho que o festival criou uma história e uma expectativa de quem vem vai vivenciar uma experiência inusitada”, avalia Dolores.

Pela primeira vez, o evento não vai contar com a participação de Milton Nascimento – que está em turnê pela Europa –, mas terá artistas consagrados como Beto Guedes, Teatro Mágico e Sá e Guarabyra, que se apresentam no palco Música do Mundo, única atração paga do festival, na noite de sábado. Além disso, também estão programados workshops culturais, feira de artesanato, saraus e grupos de congado, entre outros. “Temos muitas atividades na rua, como a folia de reis, dança contemporânea e o grafite. E acho que o fato de ser numa cidade do interior torna as coisas até mais interessantes. O festival tem um caráter lúdico. Queremos surpreender o público o tempo todo”, diz.
MARCOS HERMES/DIVULGAÇÃO
A banda Teatro Mágico se apresenta no sábado, no palco Música do Mundo (foto: MARCOS HERMES/DIVULGAÇÃO)

FENÔMENO


Até o eclipse penumbral – quando a Lua entra a área da penumbra da Terra – está no programa, previsto para sexta-feira. A organização do festival fará um intervalo entre os shows, para que o público possa apreciar o fenômeno, que será visível em Minas Gerais.

Como a música é o grande destaque, não vão faltar atrações como a banda de rock Coma (SP), o grupo vocal Ecco (SP), de MPB; a banda Zimun, de BH, que mistura hip-hop, rap e street jazz, sem falar na curitibana A Banda Mais Bonita da Cidade, que ficou popular com o vídeo da música Oração, um dos mais vistos na internet em 2012.

Maria Dolores frisa que os artistas e grupos da cidade e região também fazem parte da programação do festival, como a OFFicina do sON, de Guaxupé, cujo repertório passeia pelos clássicos do rock; e os tres-pontanos do Ark2, que tradicionalmente sempre participa do Festival Música do Mundo, e o Ummagumma – The Brazilian Pink Floyd, considerado o principal grupo cover do Pink Floyd do Brasil. “ A gente faz questão de contar com os nossos talentos e também de envolver toda a Três Pontas. A população participa mesmo e recebe os turistas com muito gosto. Isso é bem bacana”, comemora.

Festival Música do Mundo
De quinta-feira a domingo, em Três Pontas. Ingressos apenas para o dia 19, para o palco Música do Mundo, pista especial, R$ 80 (inteira); pista, R$ 50 (inteira); espaço gourmet, R$ 220 (preço único), com bebida e comida incluídas. Informações no site do evento.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA