Orquestra Mineira de Brega se apresenta no MAO nesta terça

Clássicos de Wando, José Augusto e Roxette estarão presentes no repertório. Entrada é franca

por Estado de Minas 08/10/2013 08:40

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Luísa Rabelo/divulgação
(foto: Luísa Rabelo/divulgação)
De Wando a Roxette, o repertório da Orquestra Mineira de Brega destaca hits que fizeram (e fazem) história na “rádio-cabeça” do povão. O grupo valoriza o talento de compositores românticos como Evaldo Braga e José Augusto, além do cancioneiro formado por “refrões-chicletes”.

Quem quiser mergulhar – sem preconceito – no universo brega pode ir terça-feira, às 19h30, ao Museu de Artes e Ofícios (Praça Rui Barbosa, s/nº, Centro), onde a banda promete desfiar sucessos que encantaram várias gerações. Para começar, os músicos avisam: a Orquestra Mineira de Brega descarta integrantes que não tenham sofrido por amor.

Na verdade, o grupo é uma espécie de mutirão formado por artistas de várias bandas de BH. Batem ponto por lá talentos da Dead Lovers Twisted Heart (Vinikov, Ivan Vaz e Guto Borges), Transmissor (Thiago Correa) e PROA (Trotta e Daniel Saavedra), além dos “agregados” Artenius Daniel e Juliana Bráulio.

O repertório traz de tudo um pouco: 'Fogo e paixão' (clássico de Wando), 'Aguenta coração' (de José Augusto), 'It must have been love' (Roxette) e 'Total eclipse of the heart' (Bonnie Tyler). Criada em 2009, a banda estreou – em grande estilo – na festa 'Eu não presto mas eu te amo', no Bar A Obra – patrimônio da cena indie de BH.

O projeto Ofício da música, promovido pelo Museu de Artes e Ofícios, tem entrada franca. A curadoria é de Poti Castro.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA