Amantes do choro se apresentam nesta segunda, no Conservatório da UFMG

Dado Prates, Toca de Tatu e instrumentistas Carlos Walter e Marcos Frederico se reúnem para tocar composições clássicas do gênero

por Sérgio Rodrigo Reis 07/10/2013 08:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Deiwson Magal/Divulgação
Dado Prates promete um verdadeiro sarau (foto: Deiwson Magal/Divulgação)
A ideia do músico Dado Prates é transformar a apresentação que fará nesta segunda, no Conservatório UFMG, num típico sarau brasileiro. Apresenta-se com o grupo Toca de Tatu e os instrumentistas Carlos Walter e Marcos Frederico. A promessa é de noite especial, unindo artistas de três gerações com uma característica em comum: o amor ao choro. O encontro será pontuado por clássicos do gênero, representado por composições que vão de clássicos de Pixinguinha até obras mais recentes de Hermeto Paschoal e César Camargo Mariano.

O espetáculo será a oportunidade de conferir a performance de artistas de diferentes gerações. Dado Prates é saxofonista, flautista, arranjador e compositor. Já tocou e gravou com Milton Nascimento, Túlio Mourão, Pena Branca e Xavantinho e Paulinho Pedra Azul. A contribuição de Carlos Walter virá de sua experiência como violonista e a de Marcos Frederico, como bandolinista, compositor e integrante do grupo Siricotico. Já o Toca do Tatu, formado pelos jovens Abel Borges (percussão), Lucas Ladeia (cavaquinho), Lucas Telles (violão 7 cordas), Bruno Vellozo (Baixo Acústico) e Luísa Mitre (piano e acordeão), trará as referências da nova geração. “O clima será de união de amigos”, adianta Dado Prates.

Projeto Pizindin Choro no Palco
Dado Prates convida Toca de Tatu, Carlos Walter e Marcos Frederico. Segunda-feira, às 20h. Conservatório UFMG, Av. Afonso Pena, 1.534, Centro. Ingressos: R$ 15 (inteira). Informações: (31) 3409-8300.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA