Fábio Zanon apresenta em Inhotim obra inédita do compositor Harry Crowl

Violonista encerra o Ciclo de Música Contemporânea do Instituto

por Fernanda Machado 04/10/2013 06:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Acervo pessoal/Divulgação
(foto: Acervo pessoal/Divulgação)
O violonista Fábio Zanon é a atração de encerramento do Ciclo de Música Contemporânea do Instituto Inhotim, domingo, às 15h. A apresentação, que vai contar com a participação do Grupo Sonante 21, será no Teatro do Centro de Educação e Cultura Burle Marx, em Brumadinho.

No concerto o violonista irá se unir a três percussionistas do grupo Sonante 21 para apresentar a estreia da obra '...que sejam luminárias no céufogoágua...', do compositor mineiro Harry Crowl, radicado em Curitiba. A obra é uma homenagem ao poeta concreto Haroldo de Campos e foi dedicada a Fábio Zanon.

Completando o programa, Fábio Zanon irá apresentar ainda outras duas obras importantes da música contemporânea para o violão: 'Nocturnal after John Dowland', do compositor inglês Benjamin Britten (que faria 100 anos em 2013) e, junto ao percussionista Fernando Rocha, a estreia brasileira da obra 'Mundus canis', do compositor americano George Crumb.

Fábio Zanon é uma das figuras dominantes no cenário internacional de violão clássico. Como solista ou camerista, o músico tem se apresentado por vários países. Venceu por unanimidade dois dos maiores concursos internacionais: o 30° Concurso Francisco Tarrega, na Espanha; e o 14° Concurso da Fundação Americana de Violão, nos Estados Unidos. Sua gravação da obra completa de Heitor Villa-Lobos é considerada uma referência, pela técnica fluente, beleza e variedade de som.

FÁBIO ZANON

Domingo, 15h, no Teatro do Centro de Educação e Cultura Burle Marx, do Instituto Inhotim, em Brumadinho. A programação é gratuita, com a entrada ao local a R$ 28 (meia-entrada válida para estudantes identificados e maiores de 60 anos). Crianças de até 5 anos não pagam ingresso. Acesso pelo km 500 da BR 381.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA