Metal predomina no último dia do Rock in Rio

Britânicos do Iron Maiden encerraram a quinta edição do festival de música no domingo, 23

por AFP - Agence France-Presse 23/09/2013 07:20

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Jorge Cardoso/CB/D.A Press
Grupos metaleiros como o Avenged Sevenfold e o Iron Maiden (foto) fecharam a quinta edição do maior festival de música do mundo (foto: Jorge Cardoso/CB/D.A Press)

Maior festival de música do mundo, o Rock in Rio encerrou no domingo, 22, sua quinta edição na Cidade Maravilhosa. Rock pesado de Iron Maiden e Avenged Sevenfold embalaram o grand finale. Primeira a subir no palco Mundo, a banda de metal brasileira Kiara Rocks mostrou um repertório de composições próprias e surpreendeu a plateia ao receber o primeiro vocalista do Iron Maiden, Paul Dianno.

Ao lado dos brasileiros, o britânico homenageou os amantes do rock ao cantar 'Highway to hell', do AC/DC, e 'Blitzkrieg bop', dos Ramones. O Slayer, grupo de trash metal conhecido pelo estilo inovador e polêmico, entregou o prometido a uma legião de cabeludos, barbudos e tatuados prontos para baterem cabeça.  "Essa noite vai ficar na memória dos metaleiros", comemorava a atriz Clara Fernandes, de 27 anos.

 

Veja as bandas que agitaram o último dia do Rock in Rio

 

O rock pesado dos norte-americanos do Avenged Sevenfold prenunciou a grande estrela da noite, Iron Maiden, que subiu ao palco pouco depois da meia-noite. "Viajamos a madrugada inteira para ver o Avenged Sevenfold", conta Maicon Pereira, 21 anos, que veio de Borda da Mata, Minas Gerais.

Mas as estrelas da noite foram os britânicos do Iron Maiden. O grupo, que tocou na primeira edição do festival, em 1985, foi uma das atrações mais aguardadas deste ano e apresentou um repertório de clássicos.

Mesmo debaixo de chuva, o Iron conseguiu agitar a plateia e fez com que grandes sucessos como 'Can I play with madness' fossem cantados e pulados pela multidão.

De volta ao Rock in Rio depois das edições de 85 e 2001, o grupo arrastou uma legião de seguidores que puderam contemplar faixas do aclamado trabalho 'Seventh Son of a Seventh Son', de 1998. Bruce Dickinson, vocalista da banda, arriscou algumas palavras em português e mostrou sua irreverência ao abrir uma garrafa de cerveja em pleno palco. "Tive que trazer essa cerveja comigo porque a de vocês é muito ruim", brincou.

Para delírio dos fãs, sucessos como 'Fear of the dark' e 'Number of the beast' também não ficaram de fora da setlist dos roqueiros sexagenários. "Esta não é a última vez que tocamos no Rio, e muito menos a última vez que viremos ao Brasil", prometeu Dickinson durante os momentos finais do show.

O comerciante Jorge Henio, 52 anos, veio de Mossoró (RN) para ver o show do Iron Maiden e veio acompanhado da esposa e do filho, Rafael, de 10 anos. "Essa é uma família unida pelo metal", brincou.

Combinação de sucesso

O clima roqueiro também dominou o palco Sunset neste último dia de apresentações. A banda de heavy metal brasileira Viper, sucesso dos anos 80, e o vocalista André Matos empolgaram com um cover do Queen - banda que esteve presente na primeira edição do festival, em 1985.

Um dos momentos mais esperados da noite e campeão de audiência foi a parceria do Sepultura, banda de metal mais conhecida do Brasil, com o cantor Zé Ramalho. Andreas Kisser, guitarrista do grupo, não conteve a alegria de tocar pela segunda vez nesta edição do festival. "O metal mostra sua força com dois dias espetaculares no Rock in Rio".


Zé Ramalho, ovacionado pelo público ao se juntar aos roqueiros, interpretou clássicos de sua carreira como 'Dança das borboletas' e 'Admirável gado novo'. "Essa roupagem pesada dada às músicas do Zé Ramalho ficou incrível", disse a publicitária Roberta Fernandez, 35 anos.

O festival em números


Durante cada um dos sete dias da edição 2013, cerca de 85 mil pessoas levantaram a poeira da Cidade do Rock - uma mega-estrutura de 150.000 m² montada na região onde ficará, futuramente, a vila olímpica das Olimpíadas de 2016.


Entre os quatro palcos do festival - Mundo, Sunset, Rock Street e Eletrônico - o público pôde ouvir um time variado de 127 estrelas nacionais e internacionais, de Beyoncé aos roqueiros do Alice in Chains, passando por Justin Timberlake e Bruce Springsteen.

Organizado pela primeira vez em 1985, o Rock in Rio é o maior evento de música do mundo e já teve 12 edições entre Brasil, Portugal e Espanha.

Em 2015 o festival voltará ao Rio de Janeiro e deve ser realizado pela primeira vez nos Estados Unidos, em Las Vegas, como parte da comemoração dos 30 anos do evento.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA