Depois que a paulista Time for Fun assumiu a administração, Chevrolet Hall reduziu número de shows no último ano

Diminuição de eventos em relação ao primeiro semestre de 2012 foi de 32%. Responsáveis pelo espaço atribuem mudanças a novas estratégias

por Mariana Peixoto 22/09/2013 00:13

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
PAUL BERGEN/AFP
Lana Del Rey vai se apresentar em Belo Horizonte em 7 de novembro, no Chevrolet Hall (foto: PAUL BERGEN/AFP)
Com a estreia de Corteo, do Cirque du Soleil, na quinta-feira, na Pampulha, e o show do Black Sabbath em 15 de outubro, na esplanada do Mineirão, a Time for Fun volta a realizar grandes espetáculos em Belo Horizonte. “Em todas as cidades em que atuamos estamos apostando mais na assertividade, ou seja, realizando menos shows, investindo mais em qualidade – nos mais variados gêneros – do que exatamente na quantidade”, afirma Alexandre Faria, diretor artístico da T4F.


A afirmação vem justificar o esvaziamento de produções no Chevrolet Hall, que está sendo administrado desde julho do ano passado pela empresa, que tem sede em São Paulo. Segundo dados apresentados pela própria casa, foram realizados no Chevrolet, entre janeiro e julho de 2012 (quando era administrada pelos maristas) e janeiro a julho deste (já sob o comando da T4F) 38 e 26 shows, respectivamente. A diferença entre os números é de 32%. “Não se trata de uma realidade de Belo Horizonte ou do Chevrolet Hall, mas um posicionamento estratégico da T4F para 2013”, acrescenta Faria.

Até agora, a arena localizada na Savassi só assistiu a um show internacional neste ano, do trio Jonas Brothers, em março. “Estamos mais seletivos nas turnês que trouxemos ou vamos trazer e como distribuir suas datas no país”, continua Faria. Os números vão aumentar até o fim do ano. Estão confirmados, por ora, três shows: de Lana Del Rey em 7 de novembro (antecipando a apresentação que a cantora-musa fará dois dias mais tarde no Planeta Terra, em São Paulo), da soprano britânica Sarah Brightman e da banda norte-americana de reggae Soja, em 6 de dezembro. Faria promete outros dois nomes internacionais, que serão anunciados até o fim do ano, para o Chevrolet Hall.

Beto Magalhães/EM/D.A Press
Quem também faz show no espaço é Caetano Veloso, em 5 de outubro (foto: Beto Magalhães/EM/D.A Press)
Março e abril foram os meses de maior número de eventos: meia dúzia de shows em cada um, de Marisa Monte a Victor e Léo. Nas próximas semanas a casa vai receber Fábio Jr. (sexta-feira); Caetano Veloso (5 de outubro) e Vanessa da Mata (19 do próximo mês).


Ar-condicionado

O público frequentador do Chevrolet, que vem sofrendo nos últimos anos com a temperatura muito elevada nos dias de grande público, pode se tranquilizar. O ar-condicionado, na verdade a ausência dele, é uma das maiores reclamações sobre a casa de shows, está sendo instalado. “Até dezembro, sem dúvida”, promete Marcelo Martins, gerente-geral de Operações da T4F. A obra está sendo realizada desde o meio do ano. “Estamos fazendo o isolamento térmico dos dutos de circulação de ar. Paralelamente a isso, os equipamentos (de ar-condicionado) estão sendo desenvolvidos. Por causa do tamanho e da capacidade, não é um produto que se acha em prateleira”, acrescenta Martins.

Das melhorias que a T4F está realizando na casa, essa é a de maior extensão. Até agora, foram realizadas outras, menos visíveis ao público. Equipamentos de luz foram trocados e os camarins foram reformados. “O projeto de sonorização sempre foi um ponto de atenção, pois os vidros (que cobrem a fachada) causam grande reverberação. Houve uma troca das caixas de PA (caixas de som voltadas para o público), com reposicionamento do ângulo de propagação de som”, finaliza.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA