Mariana terá concerto em homenagem a nomes célebres do cancioneiro nacional

Marcelo Bratke e a Camerata Brasil se encontram no palco da cidade histórica, neste domingo, para lembrar Villa-Lobos, Dorival Caymmi e Tom Jobim

01/09/2013 00:13

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Rômulo Fialdini/divulgação
Concerto de Marcelo Bratke e da Camerata Brasil tem cenário especial (foto: Rômulo Fialdini/divulgação)
A deslumbrante natureza brasileira tem três “porta-vozes”: Heitor Villa-Lobos, que levou o som dos bichos e das florestas para a música clássica; Dorival Caymmi, mestre das canções praieiras; e Tom Jobim, apaixonado fã dos urubus e das águas de março. Esse trio de bambas se reencontra no projeto Cinemúsica Brasil, que o pianista Marcelo Bratke e a Camerata Brasil apresentam neste domingo à noite, na cidade histórica de Mariana.

Bratke coordena a orquestra formada por jovens artistas capixabas que tiveram a chance de vencer a desigualdade social por meio da arte. A nova turnê tem agenda no Brasil e em Moçambique, com direito a concertos destinados a estudantes da rede pública de ensino.

Ao longo das apresentações, o público assiste a filme da artista plástica Mariannita Luzatti com imagens do mar. Os arranjos são assinados por outro craque: Dori Caymmi, herdeiro (de sangue e vocação) do baiano Dorival.

O repertório traz In a landscape, de John Cage, além de clássicos do nosso cancioneiro, como O bem do mar, Promessa de pescador, Saudade da Bahia, O que é que a baiana tem, Garota de Ipanema, Wave e Stone flower. Villa-Lobos comparece com Seis cirandinhas e Trenzinho do caipira.

CINEMÚSICA BRASIL
Com Marcelo Bratke e Camerata Brasil. Neste domingo, às 20h. Centro de Cultura Sesi, Rua Frei Durão, 22, Centro Histórico de Mariana. Informações: (31) 3557-1041. Entrada franca.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA