Christina Aguilera lança vídeo de 'Let there be love' e faz apelo contra o preconceito

Faixa do álbum 'Lotus' ganha clipe com mensagens de combate ao racismo e homofobia

por Bossuet Alvim 29/08/2013 15:50

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Youtube/Reprodução
Em vídeo engajado, Christina usa o gesto do "L" como símbolo do amor (love) (foto: Youtube/Reprodução)
Igualdade sexual, racial e de gêneros são algumas das bandeiras levantadas por Christina Aguilera no vídeo de 'Let there be love', publicado nesta quinta-feira, 29. O clipe chega nove meses depois do álbum 'Lotus', de onde a canção foi extraída. Sétimo trabalho de inéditas da artista, o disco foi alvo de uma campanha fraca de divulgação no fim do ano passado: somente a faixa 'Your body', havia ganhado tratamento em videoclipe anteriormente.

Filmado em estética de "making of", 'Let there be love' apresenta Christina Aguilera em plena militância pelas causas sociais que costuma defender. Imagens descontraídas da cantora são intercaladas a vídeos de fãs, dançarinos e outros personagens eleitos pela artista para representar suas ideias. Jovens seguram placas e cartazes com mensagens como "guerra não é a resposta" e "racismo é uma droga"; em outra cena, uma mãe latina exibe seu recado: "amo meu filho gay". O resultado foi dedicado aos fãs: "esse é apenas para vocês", escreveu a popstar nas redes sociais ao publicar o link do vídeo.

 

Assista o clipe de 'Let there be love':

 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA