Em visita a BH, Anitta afirma que é neta de criador do Presépio do Pipiripau

Funkeira do 'Show das poderosas' fez revelação pelo Instagram; artesão mineiro Raimundo Machado seria avô paterno da cantora nascida no Rio de Janeiro

por Bossuet Alvim 14/08/2013 18:42

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Gil Rodrigues/Esp. Aqui BH/D.A Press
Cantora revelou pelo Instagram que tem ligações familiares com símbolo da arte popular mineira (foto: Gil Rodrigues/Esp. Aqui BH/D.A Press)
Em visita a Belo Horizonte nesta quarta-feira, 14, a cantora fluminense Anitta revelou que é ligada a um ícone da cultura de Minas Gerais por laços familiares. "Meu avô Raimundo Machado foi quem fez o histórico Presépio do Pipiripau", afirmou a intérprete de 'Show das poderosas' em postagem no Instagram.

 

Veja fotos do show de Anitta

 

Leia também: Anitta faz show em BH nesta quarta-feira

 

Através da rede social, a artista explicou que a revelação de seu parentesco com o artesão mineiro foi uma exigência paterna. "Meu pai com ciúmes por que não falei que a família dele é daqui (...) exigiu esse post meu", justificou a funkeira. O nome verdadeiro de Anitta é Larissa de Macedo Machado. A cantora nasceu em 1993, poucos anos depois da morte de Raimundo.

 

Beto Magalhães/EM/D.A Press
Instalado em museu da capital, presépio é tombado como patrimônio cultural do país (foto: Beto Magalhães/EM/D.A Press)
Pipiripau
Criado em 1906 por Raimundo Machado de Azeredo, o Presépio do Pipiripau é formado por mais de 580 figuras móveis, que representam 45 cenas da vida de Jesus Cristo. Construídos com argila, papelão e gesso, os objetos ligados a barbantes ganhavam movimento, a princípio, através da ação do próprio artesão, que manejava suas estruturas de forma amadora.

Mais tarde, um fluxo d'água, além de eletricidade e vapor, foram aproveitados como fonte de energia para dar vida aos pequenos cenários. Raimundo, que Anitta aponta como seu avô, teve a engenhosidade reconhecida ainda em vida. Em 1976, sua obra foi transferida da região então conhecida por Pipiripau, em Belo Horizonte, para o Museu de História Natural e Jardim Botânico da UFMG, na Região Leste da cidade.

 

Beto Magalhães/EM/D.A Press/Reprodução
Raimundo Machado (1894 - 1988) era artesão autodidata e dedicava-se à expansão do presépio (foto: Beto Magalhães/EM/D.A Press/Reprodução)
O presépio foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Ipham) em 1984, quatro anos antes da morte de seu criador. Atualmente a criação passa por reformas e está fechada para o público. Ao fim do processo de revitalização, estimado em dois anos, o Pipiripau deve ganhar uma nova sede, que pretende facilitar o acesso às cenas e garantir a proteção dos objetos expostos.

 

O avô de Anitta

Raimundo Machado nasceu em Matozinhos, Região Metropolitana de BH, durante a jornada da família que partia de Diamantina rumo à capital. Instalou-se na região onde hoje estão os bairros Santa Tereza, Floresta, Horto e Sagrada Família— à época, a aréa batizada de Colônia Américo Werneck era mais conhecida como Pipiripau.

 

O artesão foi um autodidata na criação de suas obras: contava apenas 12 anos quando começou a colecionar as figuras que dariam origem ao presépio de 22 metros quadrados. Artista dedicado nas horas vagas, trabalhou no comércio e como mecânico. Casou-se com Ermenegilda, com quem teve nove filhos, um dos quais seria o pai da cantora de 'Meiga e abusada'.

 

Beto Magalhães/EM/D.A Press
Engenhosa, a engrenagem de barbantes montada por Raimundo ainda é a base de movimentação da obra (foto: Beto Magalhães/EM/D.A Press)
 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA