Stacey Kent e Marcos Valle lançam disco 'Summer samba/Samba de verão'

Arranjos trabalham nos tênues limites entre jazz e bossa nova

por Kiko Ferreira 05/08/2013 06:00

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Sony Music/Divulgação
Marcos Valle divide a gravação com a amiga americana Stacey Kent (foto: Sony Music/Divulgação )
Quando confirmou sua participação, em 2011, no concerto que comemorou os 80 anos do Cristo Redentor, a cantora norte-americana Stacey Kent chegava perto dos cinco anos de carreira fonográfica em um dos selos que simbolizam a excelência do jazz, o Blue Note. Ela cantou 'Samba de verão' ao lado de Marcos Valle e, a partir daí, surgiu a ideia de uma parceria.

O encontro foi em abril do ano passado na casa de shows Miranda, no Rio de Janeiro, e sai agora em CD, no ano em que o cantor, compositor e surfista celebra cinco décadas de vida musical. Fã de música brasileira, a ponto de estar estudando português para entender as letras e gravar melhor o repertório que tanto admira, Stacey achou no veterano admirador um eficiente comparsa para uma empreitada pautada pela sofisticação e pela gentileza mútua.

Os arranjos de Marcos e Jessé Sedoc trabalham nos tênues limites entre jazz e bossa nova e conseguem feitos como fazer com que o surrado Samba de verão soe como uma melodia nova, a caminho do mar. A banda, formada por Sadoc (trompete e flugelhorn), Marcelo Martins (sax tenor e flauta), Aldivas Ayres (trombone), Luis Brasil (guitarra), Alberto Continentino (baixo acústico) e Renato “Massa” Calmon (bateria) dialoga com o piano acústico de Marcos Valle e as vozes dele e de Stacey Kent com a intimidade de amigos antigos.

Com participação do marido e escudeiro de Stacey, o saxofonista Jim Tonlimson, o disco, de 14 faixas, tanto navega pelo suingue característico de temas antológicos como Pigmalião 70 e Os grilos, como revela um autor mais contido, mas não menos eficiente, como na belíssima La petit valse, com letra do poeta Bernie Beaupere, feita depois que o compositor ouviu a versão em francês que ela gravou de Águas de março. Uma mistura fina.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MÚSICA