Ivete, Drica Moraes e outros artistas prestam apoio a Fábio Assunção

Artistas usaram as redes sociais para defendem artistas e reclamar do julgamento de internautas

por Diário de Pernambuco 26/06/2017 08:44
Globo, Universal e Globo/Divulgação
Marina Ruy Barbosa, Ivete Sangalo e Drica escreveram sobre Fábio. (foto: Globo, Universal e Globo/Divulgação)
Drica Moraes, Tico Santa Cruz, Ivete Sangalo, Ingrid Guimarães, Marina Ruy Barbosa, Leandro Hassum, Walcyr Carrasco e outros artistas manifestaram apoio a Fábio Assunção nas redes sociais. ''Seja acolhido pelo carinho das pessoas que te conhecem'', escreveu a cantora baiana. O vocalista do Detonautas criticou o julgamento da internet: ''Não sabemos exatamente o que aconteceu nesta madrugada, mas sob estado de álcool quantos de nós já não fizemos algo de errado? Quantos de nós já não perdemos o controle de alguma situação?''. 

Drica, que protagoniza com ele a série A fórmula, cuja estreia será em 6 de julho na Globo, publicou um vídeo no Instagram. ''Ele é uma das pessoas mais preparadas para o convívio social que eu conheço. Pro convívio profissional, político, social. É uma pessoa que tem um olhar para qualquer ser humano ao redor dele extremamente carinhoso e humano'', defendeu.

''Paz para vc e sua família. Dará a volta por cima e fortalecido'', apoiou o ator Leandro Hassum. O dramaturgo Walcyr Carrasco também se manifestou: ''Eu acho incrível como as pessoas gostam de julgar sem conhecer todos os fatos. Fábio se explicou. Mas antes disso houve uma onda terrível de meias notícias e comentários. Ninguém pensa que uma pessoa famosa é simplesmente uma pessoa. Tem o direito de errar. De se explicar. Todo meu apoio a você Fábio nesse momento difícil e complicado''. Sem fazer alusão ao episódio, o pernambucano Lenine publicou um vídeo dos grupos de coco retratados no documentário e mencionou Fábio no Instagram. 

O ator Fábio Assunção usou as redes sociais para comentar os episódios ocorridos com ele na cidade de Arcoverde, Sertão de Pernambuco, nos quais terminou detido por desacato, danos ao patrimônio público e resistência à prisão. Ele foi liberado mediante pagamento de fiança de dez salários mínimos (R$ 9,7 mil) e pediu ''sinceras desculpas''. A publicação, feita nos perfis dele no Instagram e Facebook conta com mais de 126 mil curtidas, 17 mil comentários e 3 mil compartilhamentos, somadas as duas plataformas.
 
''Lamento muitíssimo o ocorrido em Arcoverde. Era uma noite de celebração. Tinhamos acabado de exibir nosso documentário filmado no sertão pernambucano no palco principal do festival de São João. Então fomos com a equipe confraternizar e a situação saiu do controle. Infelizmente aconteceu uma briga. Errei ao me exceder'', escreveu.
 
O ator - e agora diretor - estava na cidade sertaneja para a exibição de uma versão especial, com 22 minutos, do documentário Eu sonho para você ver, dirigido em parceria com a namorada, a atriz Pally Siqueira, que é pernambucana de Arcoverde. Para o filme, eles gravaram depoimentos de integrantes dos grupos Coco Raízes de Arcoverde, Coco Trupé de Arcoverde e Coco Irmã Lopes.

Ele rebateu comentários sobre o uso de drogas, feitos por internautas após os vídeos gravados por moradores nos quais o artista apresenta sintomas de embriaguez na rua, no hospital e na delegacia. Fábio Assunção já foi internado espontaneamente para tratar o vício em drogas. ''Não fiz uso de nenhuma droga ilícita - o que será comprovado pelo exame toxicológico que eu mesmo pedi para ser feito. Serei responsável pelos danos causados. Agora estou bem. Agradeço pelas tantas manifestações de carinho e apoio que recebi. Peço a todos sinceras desculpas. Não é fácil, mas reconhecer meus erros e procurar sempre aprender com eles é o que eu desejo''.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO