Trump bloqueia Stephen King no Twitter e J.K. Rowling oferece apoio

'Trump me bloqueou de ler seus tuítes. Talvez eu precise me matar', anunciou o escritor norte-americano no Twitter

por Agência Estado 13/06/2017 15:19

Reprodução/Twitter
Stephen King utiliza vez ou outra sua conta na rede social para criticar o presidente dos EUA (foto: Reprodução/Twitter)
O escritor norte-americano Stephen King anunciou nesta terça-feira, 13, aos seus seguidores do Twitter que havia sido bloqueado pela conta do presidente Donald Trump na rede social.

Numa postagem bem-humorada, King afirmou: "Trump me bloqueou de ler seus tuítes. Talvez eu precise me matar." A publicação somava no meio da tarde desta terça, 13, mais de 80 mil curtidas na rede social.

Assim que ficou sabendo do ocorrido, a também escritora J.K. Rowling, autora britânica dos livros de Harry Potter e ferrenha crítica do governo de Donald Trump, ofereceu sua intermediação no conflito. "Eu ainda tenho acesso, posso mandar uma DM (mensagem direta) para ele", escreveu.

Como Rowling, King também utiliza vez ou outra sua conta na rede social para criticar o presidente dos EUA. Antes de ser bloqueado, mais cedo, nesta terça-feira, o escritor havia publicado a seguinte declaração: "O gabinete de Trump oferece um curso de pós-graduação em ser 'puxa-saco'."

Anteriormente, o autor de O iluminado já havia comparado a presidência de Trump com suas histórias de terror. "O dedo desse cara num gatilho nuclear é pior que qualquer história de terror que eu já escrevi", declarou em maio.

 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO