Pai do cantor Binho Ribeiro sofre parada cardíaca e não é atendido em hospital

'Até quando viveremos de migalhas no Brasil?', questionou o músico ao descrever os momentos dramáticos

por Estado de Minas 24/05/2017 09:14
MF Press Global/Divulgação
Cantor gaúcho viveu momentos dramáticos na rede pública de saúde. (foto: MF Press Global/Divulgação)
O cantor Binho Ribeiro viveu momentos dramáticos em março deste ano após seu pai sofrer uma parada cardíaca seguida de um AVC (Acidente Vascular Cerebral), em decorrência de um insuficiência respiratória. De acordo com o músico, seu pai não recebeu o devido atendimento em hospital

''Meu pai teve uma parada cardíaca por volta das 2h da manhã do dia 31 de março. Fiquei sabendo apenas às 8h. Fui conseguir um voo do Rio de Janeiro para o Rio Grande do Sul somente na parte da noite'', conta. ''Passei o dia inteiro tenso, tentando resolver alguma coisa pelo celular, e minha mãe dizia que ele precisava de atendimento especializado urgente''. 

Segundo o cantor, a pequena cidade de Guaíba, localizada a 25km de Porto Alegre, onde seu pai mora, não possui estrutura hospitalar para atenter uma vítima de infarto. ''Cheguei à noite, sem muitos resultados, pois o banco de leitos alegava não ter vaga na UTI em nenhum lugar do estado do Rio Grande do Sul. Na manhã seguinte, passadas 24 horas que meu pai estava entubado e sem os procedimentos cabíveis, tive de tomar algumas medidas, como começar a fazer barraco no pronto-socorro e chamar atenção das autoridades pelas redes sociais'', revela. 
 
Então, o cantor foi confrontado por políticos e eleitores da oposição, que o acusavam de ter votado e feito campanha para a ''pessoa errada''. ''Quando me deparei com o ser humano, colocando a frente os seus interesses políticos na frente da situação que eu estava passando, resolvi começar a usar o meio da agressão. Tive que chutar, gritar, bater nos objetos do hospital até então ser atendido pelo responsável da saúde do município''. 

Segundo o artista gaúcho, um funcionário do hospital explicou que Guaíba possui uma unidade hospitalar que atenderia as necessidades de seu pai, mas que infelizmente ainda não foi aberto por falta de liberação da justiça. Após a piora no quadro de saúde do pai, Binho resolveu lutar pela abertura do hospital. ''Se preciso ir a reuniões em Brasília mesmo não sendo político, se preciso correr atrás de recursos privados mesmo não vindo a ganhar nada com isso, vou enfrentar esta luta, pois se meu povo ganhar assistência descente nesta área da saúde, eu também estarei ganhando, porque infelizmente ainda dependo do SUS, e vendo que não só eu, mas o que outras pessoas passavam aqueles dois dias que meu pai estava naquele hospital, me fez repensar muitas coisas. Até quando viveremos de migalhas no Brasil?"

O pai do cantor foi transferido para o Instituto de Cardiologia de Porto Alegre, onde continua internado

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO