Mônica Iozzi perde processo contra ministro do STF

Atriz foi condenada a pagar R$ 30 mil em processo por danos morais movido pelos ministro Gilmar Mendes

por Estado de Minas 22/05/2017 11:27
TV Globo/Divulgação
Processo surgiu depois de publicação no Instagram. (foto: TV Globo/Divulgação)
Após acordo entre as partes, a Justiça do Distrito Federal decidiu arquivar o processo por danos morais movido pelo ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), contra Mônia Iozzi. 

A ação judicial foi motivada após a atriz postar em seu Instagram uma imagem em que criticava a decisão do ministro de conceder habeas corpus ao ex-médico Roger Abdelmassih, acusado de estupro e manipulação genética irregular. Na publicação, Mônia escreveu ''cúmplice?'', ao se referir ao caso. 
 
Mônica Iozzi já havia sido condenada a pagar R$ 30 mil, valor inferior ao pedido pelo ministro do STF, que era de R$ 100 mil. Após longa negociação, o advogado da atriz entendeu que seria melhor fechar o acordo com o valor indicado na condenação e encerrar o caso. Além da indenização, Mônica terá de arcar com R$ 30,25 mil de custos da ação. 

Na setença, expedida pela 4ª Vara Cível de Brasília, o juiz Giordano Resende Costa afirmou que Mônia Iozzi ''extrapolou os limites de seu direito de expressão'' ao tornar ''questionável o caráter imparcial da condição de julgador de Gilmar Mendes''. 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO