Playboy rebate comentários homofóbicos contra Pablo Vittar

"Se ela quisesse ser chamada 'Pabla', assim seria", disparou perfil oficial da revista no Instagram

por Diário de Pernambuco 15/05/2017 18:07
Instagram/Reprodução
Imagem teve ampla repercussão nas redes sociais (foto: Instagram/Reprodução)
A revista Playboy surpreendeu os seguidores no Instagram ao rebater comentários homofóbicos no perfil oficial da revista no Instagram, rede social na qual é seguida por 253 mil internautas. Uma foto sensual da cantora Pablo Vittar, ativista da causa LGBT e um dos ícones da nova cena musical brasileira, recebeu uma enxurrada de mensagens de apoio, mas também críticas à orientação sexual da artista, que é transexual. "Pisa menos", agradeceu Pablo.


"Deusa, ninfa, musa, fêmea. Furacão. Mulher se nasce, mulher se forja, mulher se torna. Pabllo Vittar. Mulher? É claro que sim! #PlayboyBrasil #EstiloDeVida #PablloVittar", diz a legenda da Playboy, que acumula mais de 6 mil curtidas e quase 800 comentários. "Se quiser, será SIM. Ninguém (e isso inclui você) tem o poder de impedir a vontade e a liberdade dos outros serem o que desejarem ser", dispararam os administradores do perfil, ante o questionamento "Tá de sacanagem... nunca será!", de @wadaogiampi.

"Cruixxxxx credo. Pensei que Playboy fosse para o público masculino", escreveu o usuário @lukascabralbr, também rebatido pela revista. "PLAYBOY é para o público masculino, feminino, LGBTSQ, enfim, para todos que sabem apreciar as melhores coisas da vida", disse o veículo. Por fim, respondeu ao perfil @tuany_y sobre a forma como o cantor prefere ser chamado. "Se ela quisesse ser chamada "Pabla", assim seria. Ela é livre pra escolher o que quer ou não quer fazer. Exatamente como você", ensinou.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO