Figurinista que acusou José Mayer de assédio é chamada para depor

Segundo o delegado Rodolfo Waldeck, o depoimento de Susllem Tonani é essencial para decidir se o caso pode se tornar inquérito policial

por Estado de Minas 10/04/2017 17:50

Globo/Paulo Belote
José Mayer também pode ser chamado para prestar esclarecimentos (foto: Globo/Paulo Belote)
A figurinista Susllem Tonani, vítima de assédio e abuso sexual pelo ator José Mayer, foi chamada para depor na 32ª DP (Taquara), na Zona Oeste do Rio, pelo delegado Rodolfo Waldeck, titular da unidade. As informações são do jornal O Globo.

 

Susllem deve ser ouvida nos próximos dias e o seu depoimento é essencial para decidir se o caso pode se tornar um inquérito policial. "Já solicitamos a presença dela. Precisamos da representação da Susllem", disse o delegado ao diário carioca. 

 

O delegado ainda afirma que após ouvir a figurinista, José Mayer também pode ser chamado para prestar esclarecimentos. 

 

No dia 31 de março, a figurinista publicou um texto no blog #AgoraÉQueSãoElas, relatando detalhes dos episódios vividos nos bastidores da novela A lei do amor. A Rede Globo resolveu suspender o ator de novas produções dos Estúdios Globo por tempo indeterminado e se desculpou com a funcionária pelas "situações inaceitáveis" vividas no ambiente de trabalho.

 

Por sua vez, José Mayer admitiu suas atitudes machistas e desrespeitosas em carta aberta enviada à revista Veja. Enquanto isso, atrizes, figurinistas e outras funcionárias da Globo se manifestaram em apoio à figurinista Susllem. Personalidades como Mônica Iozzi, Taís Araújo, Fernanda Lima, Cleo Pires, Drica Moraes e Camila Pitanga estão participando da campanha que recebeu o nome "Mexeu com uma, mexeu com todas. #ChegaDeAssédio".

 

 

 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO