Oscar Magrini e Thiago Rodrigues saem em defesa de José Mayer

Os atores se posicionaram sobre a polêmica envolvendo o colega de trabalho, que teria assediado sexualmente a figurinista Su Tonani

por Estado de Minas 05/04/2017 14:42
Rede Globo/Reprodução
Oscar Magrini sai em defesa de José Mayer durante o 'Encontro'. (foto: Rede Globo/Reprodução)
O caso de assédio sexual envolvendo o ator José Mayer e a figurinista Su Tonani está repercutindo entre seus colegas de trabalho. Em meio a uma série de protestos que envolveram famosas e anônimas, alguns atores resolveram se posicionar publicamente sobre o caso. Caio Blat foi o primeiro deles e, na manhã desta quarta-feira, 05, saiu em defesa do ator, afirmando que Mayer ''não representa ameaça''. Mais tarde, foi a vez de Oscar Magrini e Thiago Rodrigues falarem sobre o assunto. 

A denúncia de assédio foi tema levantado por Fátima Bernardes durante o Encontro desta manhã. A apresentadora procurou falar sobre os protestos das atrizes e equipe técnica da Globo, que foram trabalhar vestindo camisetas com a frase ''Mexeu com uma, mexeu com todas. Chega de assédio''. Então a apresentadora pediu a opinião de seu convidados.

Oscar Magrini era um deles e disse algumas palavras sobre o ocorrido. O ator disse que este não deve ser um caso isolado dentro da emissora. ''Não só aqui na Globo como em todos os lugares do mundo sempre existiu o assédio quando a mulher é bonita. Ou da própria mulher em cima do homem'', disse. ''Mas a minha liberdade termina onde começa a sua'', acrescentou. Na sequência, o ator disse que ''a mulher também tem que saber se colocar para não instigar o outro'', ao dizer sobre o direito das mulheres de usarem roupas provocantes. 
 
Nesse momento, Fátima cortou seu convidado e disse: ''Mais do que instigar, né, o outro precisa respeitar, independentemente de como ela está''. Ao que o ator respondeu: ''É o que eu falei. A minha liberdade acba quando começa a sua''

Já o ator Thiago Rodrigues utilizou suas redes sociais para falar sobre o assunto. Questionado por uma seguidora sobre seu posicionamento ante o caso, o ator respondeu: ''Eu conheço o Zé! Eu gosto dele. Posso te garantir que ele está mal com isso tudo. Que ele pague se tiver que pagar!'', comentou. ''Apenas sou contra a crucificação e ódio! Não é assim que se desbanca o machismo. E sim com educação básica para a sociedade. Se não melhor cortar logo a cabeça dele em praça pública e fica todo mundo satisfeito?'', questionou. 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO