Ex-companheiro de Luíza Brunet volta a ser julgado hoje

Acusado de espancar a ex-modelo, o empresário Lísio Parisotto comparece hoje a audiência no Rio de Janeiro

por Estado de Minas 13/02/2017 11:58
Reprodução/Instagram
(foto: Reprodução/Instagram)
O julgamento do empresário Lírio Parisotto - acusado de prática de lesão corporal contra a modelo Luiza Brunet - sua companheira por 5 anos -, será retomado hoje. Trata-se da segunda audiência do processo, que começa a partir das 14h30 na Vara Central da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, do Tribunal de Justiça de São Paulo, no Fórum da Barra Funda.

Luiza não precisa comparecer ao Fórum, uma vez que já prestou depoimento à juíza  Elaine Cristina Monteiro Cavalcante, da Vara do Foro Central da Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher.

O processo - atualmente na fase de debates, instruções e julgamentos - ouvirá,  nesta tarde, duas testemunhas do caso, além do próprio empresário. Ele terá a oportunidade de dar sua versão do caso ou, se preferir, poderá permanecer em silêncio, já que, por princípio, nenhum réu é obrigado a produzir provas contra si mesmo.

Em 23 de junho do ano passado, a atriz acusou Parisotto de agressões que teriam se dado no apartamento dele, em Nova York, motivadas por ciúme. Exames do corpo de delito detectaram que ela teve 4 costelas quebradas, hematomas originados por socos, entre outras marcas. O promotor do caso instaurou procedimento investigatório criminal contra o então namorado de Brunet.

Na ocasião, o bilionário se defendeu por meio de nota publicada em seu perfil no Facebook, em que lamentou e negou o episódio

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO