Justiça francesa toma depoimento de Kim Kardashian em Nova York

Uma juíza francesa recebeu a socialite em uma audiência que durou horas, segundo fontes

por AFP - Agence France-Presse 03/02/2017 17:29

Matt Winkelmeyer
O roubo ocorreu na madrugada de 3 de outubro de 2016 (foto: Matt Winkelmeyer)
A estrela de reality show americana Kim Kardashian prestou depoimento na quinta-feira em Nova York por uma juíza francesa encarregada de investigar o roubo de joias que sofreu em outubro passado em Paris, pelo qual 10 pessoas foram denunciadas, indicaram fontes judiciais.

A audiência de Kardashian durou horas, indicou a fonte.


O roubo ocorreu na madrugada de 3 de outubro de 2016.

Kim Karadashian foi ouvida rapidamente após fazer a denúncia à polícia, e optou por ir embora de Paris logo em seguida.

Cinco assaltantes neutralizaram o vigia noturno do hotel de luxo onde a celebridade estava hospedada e dois deles, com roupas de policiais, subiram ao apartamento de Kim Kardashian, e a ataram, amordaçaram e ameaçaram com uma arma de fogo.

Os ladrões saíram com uma caixa de joias avaliadas em cerca de nove milhões de euros.

Após uma grande busca no início de janeiro, a justiça denunciou 10 pessoas, das quais nove ficaram em detenção provisória.

Os cinco autores do assalto, com idades entre 54 e 72 anos, tinham antecedentes criminais e haviam sido condenados nos anos 1980 e 1990 por roubo e tráfico de drogas.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO