Silas Malafaia chama Madonna de 'lixo moral' e critica discurso anti-Trump

Cantor fez declarações contra a artista pop em vídeo publicado no YouTube

por Diário de Pernambuco 27/01/2017 17:57

Facebook e YouTube/Reprodução
Cantora participou de protesto contra o presidente dos Estados Unidos e foi criticada por religioso brasileiro (foto: Facebook e YouTube/Reprodução)
Silas Malafaia publicou em seu canal do YouTube um vídeo com fortes críticas à cantora Madonna por seu discurso de oposição ao presidente norte-americano Donald Trump, realizado durante a Marcha das Mulheres. O religioso chamou o discurso de "baixaria" e a cantora de "inescrupulosa", "aberração" e "lixo moral". O material conta ainda com falas sobre a repercussão da mídia brasileira sobre o ato, a qual ele acusou de ser "sectarista e esquerdopata" e de proteger quem defende temáticas como aborto, homossexualismo, ideologia de gênero e a "liberação de drogas".

Um dia antes, 23 de janeiro, o pastor já havia publicado outro vídeo questionando o direcionamento da mídia brasileira na posse de Donald Trump. "A mídia deixou de ser instrumento da notícia para ser torcedora de ideologias", afirma Malafaia. Para ele, o motivo seria o fator de Trump possuir "uma outra linha diferente dos esquerdopatas".

 

MANIFESTO

A Marcha das Mulheres foi realizada no último sábado, dia 21 de janeiro, nos arredores do congresso norte-americano, localizado no centro de Washington D.C.. O encontro reuniu lideranças de movimentos sociais, políticos e artistas contra declarações do presidente Donald Trump e em defesa dos direitos civis. Em seu discurso, Madonna afirmou estar frustrada com o resultados das eleições e que chegou a pensar em explodir a Casa Branca. Em seu perfil no Instagram, depois, a cantora pop esclareceu se tratar de uma metáfora. "Compartilhei duas maneiras de ver as coisas - uma era ser esperançosa, e a outra era sentir raiva e indignação, o que senti pessoalmente", escreveu.

Segundo a organização da Marcha das Mulheres, o ato reuniu cerca de 5 milhões de manifestantes. Entre outras celebridades que levantaram a bandeira contra o polêmico novo presidente estavam as atrizes Kristen Stewart, Drew Berrymore, Scarlett Johansson, Emma Watson, e as cantoras Pink, Janelle Monáe e Alicia Keys, entre outras.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO