Ex-marido de Lena Headey pede que ela pague custos de ação envolvendo filho

Os custos judiciais exigidos por Peter Loughran giram em torno de US$ 40 mil e ainda alega o preço justo por estar desempregado

por Agência Estado 14/12/2016 12:37
Alberto E. Rodriguez/Getty Images/AFP
A atriz dá vida a personagem de Cersei Lannister (foto: Alberto E. Rodriguez/Getty Images/AFP )
Game of Thrones
é uma das séries que pagam os salários mais altos para o elenco, e parece que tem alguém muito interessado nisso. O ex-marido de Lena Headey, Peter Loughran, foi à Justiça americana para pedir que ela pague os custos advocatícios que ele teve com a batalha judicial pela guarda do filho, segundo o site TMZ.

Isso porque, segundo ele, a atriz que dá vida a Cersei estaria ganhando US$ 1 milhão. Até onde se sabe, porém, o salário dos atores principais da série girava em torno de metade disso, cerca de US$ 500 mil por episódio na sétima temporada.

Segundo o site, os custos judiciais exigidos por Peter giram em torno de US$ 40 mil. Loughran alega que isso seria justo já que ele está desempregado e ela está numa boa vida graças à série. O juiz ainda não se pronunciou sobre o caso.

Lena e o ex estão com problemas na guarda do filho Wylie, de seis anos, há muitos meses porque a atriz pediu que o juiz modificasse o termo de custódia vigente para que o menino pudesse se mudar permanentemente para o Reino Unido com ela, onde a série é filmada. O ex-marido, porém, alega que isso o privaria de contato com o filho.

Por outro lado, a atriz disse ao juiz que está pagando US$ 10 mil de pensão por mês a Peter, mas ele passa meses sem visitar o filho.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO