Ximbinha diz que foi ameaçado e precisou se esconder com o fim da Calypso

Músico revelou ainda que culpa do término da banda foi de Joelma: 'por mim, continuaria existindo'

por Diário de Pernambuco 23/11/2016 09:09

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Antonio Chahestian/Record
'Me deu um susto. Fãs violentos invadiram a casa da minha mãe, tive que fugir para me esconder', disse o músico (foto: Antonio Chahestian/Record)
Em entrevista ao Programa do Porchat que foi ao ar nessa terça-feira, 22, Ximbinha falou sobre o fim da Calypso. "Cheguei a pensar em parar. Chorava muito. Tinha vergonha de sair de casa, de ligar a televisão. Fiquei isolado", comentou o músico.


O fim da banda seguiu a separação de Ximbinha e Joelma, então vocalista da banda. O divórcio dos dois já foi motivo de muita polêmica desde que foi anunciado, em agosto do ano passado. O músico, no entanto, decidiu continuar a carreira musical com uma Calypso "reformulada", que ganhou um novo nome - XCalypso - e perdeu uma vocalista. Thábata Mendes ficou na banda de outubro de 2015 a janeiro de 2016 e citou diferenças criativas como o motivo de sua saída. A XCalypso segue com nova formação.

 

Sobre o término da Calypso, Ximbinha disse ainda que recebeu ameaças de morte. "Me deu um susto. Fãs violentos invadiram a casa da minha mãe, tive que fugir para me esconder. Eles me culpam por acabar com a banda". Ele afirmou também que o término do grupo foi culpa da ex-esposa: "por mim, continuaria existindo, o outro lado que não soube dividir isso".

 

Após a saída da banda, que comandou por mais de 15 anos, Joelma investiu na carreira solo. A loira já lançou um CD de inéditas e se prepara para lançar o DVD, que terá a participação de Ivete Sangalo e Solange Almeida, vocalista do Aviões do Forró.



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO