Brad Pitt e Angelina Jolie chegam a acordo sobre a guarda dos filhos

Aconselhados por especialistas em cuidados infantis, ex-casal decidiu que as seis crianças devem ficar sob custódia da mãe

por Estado de Minas 08/11/2016 09:29

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Reprodução
Casal oficializou a união há apenas dois anos. (foto: Reprodução)
 
 
Depois de muito se especular sobre uma possível briga judicial pela guarda dos filhos, Angelina Jolie e Brad Pitt chegaram a um acordo. Segundo uma nota enviada ao programa de televisão Entertainment Tonight, na noite da última segunda-feira, 07, ''as seis crianças permanecerão sob custódia da mãe e continuarão com as visitas terapêuticas com o pai''. 

O acordo foi assinado há mais de uma semana e o ex-casal foi aconselhado por especialistas em cuidados infantis. A nota à imprensa não forneceu maiores detalhes sobre os termos do acordo. 

 
O casamento de Angelina Jolie e Brad Pitt chegou ao fim em setembro, quando a atriz entrou com o pedido de divórcio. Desde então, os seis filhos - Maddox, Pax, Zahara, Shiloh, Knox e Viviene - estão sob a guarda da mãe. 

Pitt, que já anteriormente só tinha direitos de visita a seus filhos, tentou brigar na justiça para conseguir a custódia compartilhada, física e legal das crianças. No entanto, o ator está sendo investigado pelo Departamento de Infância e Serviços Familiares de Los Angeles, especialmente após acusações de que ele teria agredido verbal e fisicamente um de seus filhos - o que também teria motivado o fim do casamento. 
 
No episódio, Brad teria partido para cima de seu filho mais velho, Maddox, de 15 anos, dentro de um avião particular. A investigação, que ainda não foi concluída, está coletando depoimentos de possíveis testumunhas para decidir se o ator será ou não denunciado por abuso de menor.  



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO