Kim Kardashian processa jornal que a acusou de mentir sobre assalto

Segundo o tabloide, a socialite teria inventado o crime para dar golpe em seguradora de joias; ela move processo por calúnia

por Estado de Minas 11/10/2016 15:25

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Reprodução/Instagram
Kim estava em Paris para acompanhar a semana de moda (foto: Reprodução/Instagram)
Os advogados da Kim Kardashian entraram com um processo contra o tabloide MediaTakeOut, por ter publicado que a socialite mentiu sobre o assalto sofrido em Paris, durante a Semana de Moda. A abertura do processo foi feita na Corte Federal de Manhattan, nos Estados Unidos. As informações são do jornal The New York Daily News.

Kim Kardahsian estava com suas irmãs, Kourtney e Kendall na capital francesa para acompanhar a semana de moda. Kim foi feita refém em seu apartamento no Hotel de Pourtalès e teve cerca de US$ 11 milhões em joias roubados. A americana foi trancada no banheiro, amarrada e teve uma arma apontada para si, segundo seus relatos.

 


Em uma reportagem sobre o tema, o MediaTakeOut insinuou que a socialite inventou a situação para dar um "golpe" na seguradora de suas joias. "Kim forjou o roubo, mentiu sobre o assalto violento e, depois, entrou com um ação fraudulenta contra sua companhia de seguros", escreveu o tablóide.

No processo, os advogados de Kim alegaram que o material veiculado é "calunioso" e que coloca a vítima de um crime grave como criminosa.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO