Larissa Manoela proíbe jornalista de falar seu nome

Atriz conquistou o direito na justiça depois de processar colunista

por Diário de Pernambuco 09/09/2016 14:41

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
 SBT/Divulgação
SBT/Divulgação (foto: SBT/Divulgação)
A jornalista Fabíola Reipert, do Portal R7, foi proibida de escrever ou falar sobre Larissa Manoela. A atriz de 15 anos venceu um processo que abriu contra Reipert por calúnia e difamação quando a colunista escreveu que ela estaria grávida do seu namorado João Guilherme Ávila, também ator.

A juíza que cuidou do caso entendeu que a blogueira faltou com a verdade e aplicará multa de R$ 5 mil todas as vezes que o nome de Larissa for citado. Reipert, além de uma coluna, mantém um quadro chamado 'Hora da venenosa' no programa 'Balanço geral', da Record.

"Decisão da juíza Tonia Yuka Kôroku, da 13ª Vara Cível de SP, no dia 1/09/2016 com base nos autos do processo 1095905-50.2016.8.26.0100 PROIBE a ré, jornalista FABIOLA MAGALHÃES DO AMARAL REIPERT de divulgar por meio de comunicação escrita, falada ou virtual notícia que faça alusão à requerente LARISSA MANOELA TAQUES ELIAS SANTOS sob pena de multa diária de R$ 5.000,00 (cinco mil reais) até o limite de R$ 100.000,00 (cem mil reais)", diz a sentença.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO