Valesca Popozuda relata relacionamento abusivo em seu livro

'Sou dessas', que será lançado na Bienal do Livro, em São Paulo, conta com casos de assédio e abuso pelos quais a artista passou antes da fama

por Agência Estado 24/08/2016 15:41

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Best Seller/Reprodução
(foto: Best Seller/Reprodução)
Em seu novo livro, "Sou dessas", que será lançado na Bienal do Livro, em São Paulo, Valesca Popozuca relembra casos de assédio e abuso que passou antes de ser famosa. No livro, ela relata um relacionamento abusivo que teve aos 17 anos, quando foi agredida e ameaçada de morte.

"No início era uma pessoa maravilhosa, boa, tinha um papo agradável. Ele era muito atencioso. Como eu era novinha, acreditava que o ciúme era normal, que era um jeitinho de mostrar que me amava... Até que o ciúme foi aumentando e ele me proibiu de ter amigos homens", escreveu a cantora.

Valesca também afirmou que o ex chegou a queimar roupas dela que considerava inapropriadas. O fim do relacionamento se deu quando em uma festa, o namorado insinuou que ela estava "se oferecendo". "Quando cheguei em casa e fui arrumar minhas coisas ele gritava e batia na porta, dizendo que dali eu não sairia. Se eu insistisse na ideia, sairia dali morta", relatou a funkeira.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO