Amber Heard afirma que Johnny Depp impede o andamento do divórcio

Atriz chegou a denunciar o astro por agressões e divulgou fotos com o rosto machucado

27/07/2016 10:03

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Getty / Elisabetta A. Villa
(foto: Getty / Elisabetta A. Villa)
O drama entre Amber Heard e Johnny Depp parece estar longe de acabar. Depois de denunciar o marido por violência doméstica e divulgar imagens do rosto com alguns hematomas, a atriz tem encontrado dificuldades para seguir com o pedido de divórcio.

Segundo a revista People, os advogados de Amber divulgaram, nessa terça-feira, 26, documetnos alegando que Depp tem tentado "travar" o andamento do divórcio. Além disso, o time jurídico da atriz afirma que o astro tem difamado ela "a cada momento".

A divulgação destes documentos vem como resposta às moções dos advogados de Depp, levadas à público na semana passada e que pediam que quaisquer informações do processo, incluindo finaceiras e declarações de testemunhas, permanecessem confidenciais. Os advogados pediram ainda o sigilo de peritos e testemunhas com um acordo de confidencialidade e, para cada violação, Heard teria de pagar 100 mil dólares.

“[Depp] e a demanda de sua equipe em por em práticas esses dois acordos de confidencialidade que, se impostos, causam dificuldades financeiras e fardos em [Heard], são nada além de ameaças de [Depp] e demonstram suas contínuas tentativas de travar progressos nesse caso", afirma um trecho do documento, divulgado pela revista.

Outro trecho afirma ainda que "tem sido, e continua a ser Depp que se reucusa a ser franco com a sua informação financeira e impediu a resolução deste caso". Além disso, alegam que o ator está "se recusando a cooperar com o andamento deste caso uma vez que se nega fornecer os documentos financeiros mais básicos".

A equipe de Depp ainda não se pronunciou sobre as novas declarações.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO