Regina Duarte 'briga' no trânsito e desabafa: ''Fui vítima de abuso, de assédio moral''

O incidente ocorreu no bairro do Leblon, área nobre do Rio de Janeiro, e causou congestionamento de 3 km

por Diário de Pernambuco Estado de Minas 02/06/2016 17:14

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Facebook/Reprodução
"Mais que tudo me impressiona a agressividade generalizada e a desconfiança reinante", critica a atriz. (foto: Facebook/Reprodução)
Regina Duarte fez um desabafo no Instagram, nesta quinta-feira, 2, sobre um incidente de trânsito que se envolver no Rio de Janeiro e denuncia ter sido "vítima de abuso, intolerância e assédio moral".

"Ontem, no fim da tarde, fui vítima de intolerância num incidente de trânsito. Fui vítima de abuso, de assédio moral por mais de 20 minutos", explica a artista.

Segundo a atriz de 69 anos, o incidente ocorreu na Avenida Visconde e Albuquerque, no bairro do Leblon, área nobre do Rio de Janeiro. Ela relata que um homem teria bloqueado o trânsito e provocado mais de 3km de congestionamento. "Quem pagou o pato dessa agressão foram os cidadãos que não tinham nada a ver a história e ficaram reféns, presos pelo bloqueio que um cidadão histérico fez. E ocasionou mais de 3 km de congestionamento por mais de 30 minutos", conta.

Na postagem, além de descrever o ocorrido, Regina critica a agressividade das pessoas. "Mais que tudo me impressiona a agressividade generalizada e a desconfiança reinante. É lamentável que num país em que a corrupção nos altos escalões contamine tudo e as pessoas passem a considerar o desconhecido próximo como mentiroso e ladrão do seu dinheiro e dos seus direitos", escreveu.
 
 
Regina Duarte usou a mesma rede social para declarar apoio à atual configuração política brasileira. Na época, ela se declarou à favor da extinção do Ministério da Cultura medida proposta pelo presidente interino Michel Temer. "Se o país está 'em coma' não entendo a insistência no auto-engano de achar que a Cultura pode se safar, sadia, do desconserto geral que nos abateu. Na teoria (linda!) a prática é outra (dolorida). Sou a favor da ideia de manter a Cultura internada no 'Hospital' da Educação. Depois da possibilidade de 'alta' vamos ver o que pode ser melhor pra ela e... pra todos nós, brasileiros", escreveu na época.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO