Globo é processada por racismo no 'BBB 16'

Emissora é acusada de discriminação racial pela utilização do boneco black power como esponja de lavar louças

por Diário de Pernambuco 04/05/2016 14:52

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
GShow/Reprodução
Utensílio gerou comentários negativos nas redes sociais (foto: GShow/Reprodução)
Após investigações, o Ministério Público do Rio de Janeiro (MPF – RJ) decidiu processar a Globo por dano moral coletivo e discriminação racial por causa da utilização do boneco black power como esponja de lavar louças usado no Big Brother Brasil 16. Várias ações contra a emissora alegaram que o objeto reforça a comparação entre o cabelo crespo e uma esponja de aço.

De acordo com a ação civil do MPF, a Globo pode ser punida por danos morais e condenada a pagar 0,5% do faturamento do BBB 16. O MPF ainda solicita uma retratação pela emissora, em horário nobre, à população negra, na mesma faixa de horário de exibição do reality show.

O boneco black power apareceu na estreia da 16ª edição do BBB 16 em janeiro. A repercussão negativa foi imediata. Os internautas repudiaram o utensílio e o consideraram preconceituoso.

A produção manteve a esponja no cenário, mas o participante Ronan, que é negro, se recusou a usar o boneco como esponja e decidiu usá-lo apenas como um objeto de decoração.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO