Glória Perez receberá R$ 480 mil de indenização por assassinato da filha

O crime executado por Guilherme de Pádua e Paula Thomaz ocorreu em 1992

por Diário de Pernambuco 29/04/2016 14:37

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

A autora Glória Perez, responsável por novelas como Salve Jorge, Caminho das Índias e O clone, venceu na Justiça uma indenização por danos morais e materiais de Guilherme de Pádua e Paula Thomaz, assassinos da filha da escritora, Daniella Perez, que morreu em 1992.


A ação foi julgada pela 7ª Câmara Cível do TJ/RJ, sob a relatoria do desembargador Paulo Gustavo Horta.

Tv Globo/Divulgação
Na época do crime, Daniella Perez estava fazendo a novela da mãe, 'De corpo e alma' (foto: Tv Globo/Divulgação)

Guilherme e Paula foram condenados a pagar 500 salários mínimos, equivalente a R$ 480 mil para cada um dos autores por dano moral. O ator Raul Gazolla, casado com Daniella na época, também tem direito à indenização.

As despesas do sepultamento e funeral também passaram a ser de responsabilidade dos réus.


A decisão foi publicada no Diário Oficial em 2002, mas nenhuma das partes havia recebido o valor. Por isso, Glória e Raul entraram novamente na Justiça exigindo o pagamento.


Em 2005, Paula Thomaz ajuizou ação de autoinsolvência, em que argumenta não possuir patrimônio para pagar a dívida.

Em 1992, Daniella foi assassinada com golpes de tesoura por Guilherme Pádua, com quem contracenava na novela De corpo e alma, e a esposa, que tinha ciúme obsessivo da atriz. Condenados por homicídio duplamente qualificado, os dois cumpriram seis dos 19 anos da sentença.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO