'Game of Thrones' retorna para acabar com suspense: o que aconteceu com Jon Snow?

Trailer da nova temporada apresentou alguns sinais de esperança para os que acreditam na sobrevivência de Snow. Estreia da sexta temporada é neste domingo (24/04)

por AFP - Agence France-Presse 22/04/2016 10:50

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Divulgação
A quinta temporada foi encerrada com uma imagem chocante para grande parte do público: um dos personagens mais queridos da trama foi esfaqueado diversas vezes e abandonado (foto: Divulgação)
Os fãs de "Game of Thrones" não escondem o alívio porque o suspense está próximo do fim: no domingo à noite, após 10 meses de suspense e ansiedade, devem descobrir o que aconteceu - ou acontecerá - com Jon Snow. A série do canal HBO encerrou a quinta temporada em junho de 2015 com uma imagem chocante para grande parte do público: um dos personagens mais queridos da trama foi esfaqueado diversas vezes e abandonado.

Com uma audiência de mais de 20 milhões de pessoas por episódio apenas nos Estados Unidos, o retorno da série para a sexta temporada mostra que o programa já está entre aqueles que estabelecem um antes e um depois na história da televisão.

O trailer da nova temporada, divulgado em março, apresentou alguns sinais de esperança para os que acreditam na sobrevivência de Snow, mas os fãs não conseguem tirar da cabeça a imagem do personagem, deitado indefeso e sangrando na neve. "Ele se foi", afirmou o cavaleiro Davos Seaworth.



Em pouco mais de um minuto, o trailer mostrou aos fãs o que tanto desejam assistir: sexo, violência e intrigas, a combinação que virou a fórmula do grande sucesso de "Game of Thrones", a grande vencedora do Emmy no ano passado.

A série, baseada nos livros de George R.R. Martin, narra a vida das famílias nobres que lutam pelo poder, mas sem esquecer os White Walkers, criaturas que se tornam a principal ameaça aos habitantes de Westeros.

O crítico Shawn Robbins considera que a série pertence a "uma nova era de ouro da televisão", capaz de cativar uma audiência global e transferir o contínuo debate sobre suas tramas para as redes sociais.

"Há algo de muito atrativo para as audiências de hoje em dia, que se conectam com as histórias e compartilham suas experiências com outras pessoas", declarou à AFP.

Obama, o primeiro fã
Assim como "The Walking Dead", "Game of Thrones" demonstrou que os finais de temporada com suspense e destinos misteriosos dos personagens favoritos conseguem manter a expectativa do público durante meses.

Os criadores da série, David Benioff e Dan Weiss, não revelaram detalhes sobre o que acontecerá a partir de domingo.

O primeiro deu uma entrevista à revista Variety e afirmou que as filmagens, em cinco países, foi "um autêntico teste para toda a equipe" pelo rigor e exigência.

A febre por "Game of Thrones" é tão grande que a comunidade científica chegou a criar uma fórmula para tentar adivinhar o que acontecerá na série.

Uma turma da Universidade Técnica de Munique, na Alemanha, compilou todas as informações sobre a série para tentar descobrir quem será o próximo a morrer por meio de uma série de algoritmos.

Um deles conseguiu prever de maneira correta 74% das mortes e antecipou que vários personagens principais seguiriam vivos.

A sexta temporada começará com o episódio "The Red Woman" (A Mulher Vermelha), às 22H00 de Brasília.

No momento, o único fã que sabe o que acontecerá com Jon Snow é o presidente americano Barack Obama, que pediu como favor especial receber de maneira antecipada uma cópia dos novos episódios.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO