Tico Santa Cruz é expulso de voo em São Paulo

Cantor assentou em uma poltrona que não era a sua e foi conduzido pela Polícia Federal para fora da aeronave. Nas redes sociais, ele protestou contra o ocorrido

por Estado de Minas 13/04/2016 16:55

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Facebook / Reprodução
Cantor publicou um vídeo no Facebook dando sua versão sobre o episódio (foto: Facebook / Reprodução)
Dessa vez não foram os posicionamentos políticos de Tico Santa Cruz o motivo da polêmica. Na manhã desta quarta-feira, o cantor foi expulso de um voo da Gol, que ia de São Paulo para Maringá. O motivo da confusão foi que Tico se assentou em uma poltrona que não era a sua, antes da decolagem da aeronave. Convidado a voltar para seu assento pelos funcionários da companhia, ele se negou, alegando que sentar ali era seu direito, já que não havia nenhum ocupante no lugar.

 

Depois de mais de meia hora de bate boca e tumulto, envolvendo outros passageiros insatisfeitos com o atraso provocado pela situação, o vocalista do Detonautas foi expulso do avião por um agente da Polícia Federal e não seguiu viagem para a cidade paranaense, onde faria uma palestra ainda hoje.

A poltrona ocupada pelo músico é vendida por um valor mais alto que as demais pela companhia, anunciadas como “assentos especiais saída de emergência”, por serem mais espaçosos. Em um vídeo postado em sua página oficial no Facebook, Tico alegou que tentou comprar o lugar especial por várias horas, mas não obteve sucesso. Na publicação, ele ainda se diz vítima de uma violação de direitos, já que a prática da empresa é, segundo ele, ilegal. No vídeo ele ainda diz que irá processar a Gol, confira:

 

 


Em alguns vídeos gravados por passageiros que estavam à bordo, Tico até oferece para pagar a diferença de preço. Em suas páginas oficias, a GOl emitiu o seguinte o comunicado:

 

"A GOL Linhas Aéreas possui diversos benefícios que podem ser adquiridos para melhorar sua experiência durante o voo. Um deles, o GOL + Conforto, consiste em poltronas com mais espaço para as pernas e mais reclínio do encosto, garantindo um voo com mais comodidade.

 

Durante a manhã de hoje, 13 de abril, um de nossos voos sofreu atraso devido um cliente que trocou seu lugar e ocupou um destes assentos, mesmo sem o ter adquirido por um preço adicional nos canais de venda ou no momento do check-in. Por recusar a ouvir a orientação da tripulação para voltar ao seu lugar, a Policia Federal foi acionada. A companhia reforça que não faz distinção entre clientes e que todas as normas são praticadas com todos os clientes.

 

A GOL lamenta o desconforto causado aos demais clientes".

 

Veja imagens da discussão dentro da aeronave:

 

 

 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO