O Oscar ainda repercute na vida de Glória Pires

Durante o lançamento do filme Nise: o coração da loucura em São Paulo a atriz reclamou da grande repercussão de seu papel como comentarista da cerimônia

por Estado de Minas 13/04/2016 10:30

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Reprodução Internet
Glória Pires se incomoda com repercussão permanente de seus comentários durante o Oscar 2016 (foto: Reprodução Internet)
Gloria Pires participou na terça, 12, em São Paulo do lançamento de Nise - O Coração da Loucura. O longa de Roberto Berliner estreia na quinta-feira da próxima semana, 21, em 83 salas de todo o País. Gloria foi melhor atriz no Festival de Tóquio pelo papel.

“O Brasil não participava do festival há 16 anos. Não pude ir ao Japão e tomei um susto quando o Roberto telefonou, pedindo que gravasse um vídeo de agradecimento, só para garantir. O que ele contou sobre a acolhida do filme foi lindo. Do outro lado do mundo, as pessoas entenderam a luta da doutora Nise da Silveira, que foi pioneira no uso de terapias ocupacionais no tratamento das doenças mentais.”

Mas Gloria não teve de falar só sobre a personagem que interpreta. O episódio do Oscar a persegue. Ela ironiza - “Para alguém que virou meme por não ter opinião, agora estou tendo de expressar minha opinião a toda hora.” Ela reclama do que define como um mal contemporâneo - a necessidade de pertencimento.

“Qualquer coisa que alguém fala nas redes sociais ganha uma repercussão enorme. Me surpreende que a imprensa seja pautada pelo twitter, como se não tivesse o que fazer.” E esclarece - “Havia sido convidada como atriz, não como comentarista, para dar minha opinião sobre o que quisesse. Não me senti habilitada para opinar sobre o Oscar de trilha. Transformaram nessa coisa enorme, como se eu não tivesse opinião.”

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO