Munik Nunes é a campeã do BBB 2016 e fatura prêmio de R$ 1,5 milhão

Estudante goiana de 19 anos derrotou Cacau na votação do público e foi abraçada por Ludmila, Ivete Sangalo e Wesley Safadão

por Diário de Pernambuco 06/04/2016 09:56

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
TV Globo/Reprodução
A estudante goiana Munik Nunes, de 19 anos, que venceu ontem o BBB e levou R$ 1,5 milhão (foto: TV Globo/Reprodução)
A estudante goiana Munik Nunes, de 19 anos, é a campeã da 16ª edição do Big Brother Brasil. Braço direito da jornalista Ana Paula Renault no reality show, Munik foi consagrada pelo público em todas as regiões do Brasil. Pequi, como é chamada a goiana dentro da casa, não se conteve quando o apresentador Pedro Bial anucial que ela era a ganhadora do prêmio de R$ 1,5 milhão. Chorando muito e abraçada com a mãe Munik agradeceu ao seu fã-clube "Quero agradecer primeiramente a Deus e depois ao Brasil que votou em mim. Não me abandonem. Me sigam nas redes sociais", disse. Em seguida correu para abraçar a funkeira Ludmila, a baiana Ivete Sangalo e Wesley Safadão, seu cantor preferido.

A final do programa foi apoteótica. Os shows de Wesley, Ivete e Ludmila coroaram o encerramento de um programa que superou a audiência das duas últimas edições do reality e que pautou a internet nos últimos 78 dias. Não por acaso. As polêmicas começaram desde a primeira semana do confinamento, e, quase sempre, Ana Paula era alvo. Considerada como a protagonista do BBB16, a jornalista esteve presente na final, na noite desta terça-feira, para a satisfação de sua gigante legião de fãs nas redes sociais (tem 1,2 milhão de seguidores no Instagram, 333 mil no Twitter e 200 mil no Facebook). Expulsa do programa há um mês por ter dado dois tapinhas no rosto de Renan, a jornalista, de 34 anos, só confirmou a presença na véspera, depois de muita negociação entre seu empresário e a Rede Globo. Todos os outros participantes também estiveram presentes na final.

A vitória de Munik acabou sendo a vitória de Ana Paula. Imperativa, polêmica e adepta de um sincericídio que suscita muitas discussões acaloradas, a jornalista se transformou na vilã mais carismática de todas as edições do reality show. Bateu de frente com os adversários, derrubou um a um no jogo de xadrez do BBB16 e eternizou como seu grito de guerra o bordão do blogueiro Hugo Gloss “Olha elaaa” dentro e fora da casa. Sua performance gerou muitas confusões, mas favoreceu diretamente seu grupo, a Gang Suicida. A gang, formada por Munik, Geralda e Ronan, tombou um a um dos integrantes do Esquadrão do Bem, depois que a jornalista detonou Laércio no segundo paredão. Caíram Daniel, Juliana, Tamiel, Adélia, Renan e Matheus, este último da Facção Sabonete.

Munik chegou à final depois de encarar três paredões e voltar da berlinda. O último deles foi no domingo, quando enfrentou o seu próprio amigo de confinamento, Ronan Oliveira, e saiu vencedora. Filha de uma merendeira e de um mototaxista do interior de Goiás, Pequi cativou o público com seu sotaque interiorano, sua simplicidade, simpatia e sua alegria contagiante. Ela foi evoluindo ao longo do jogo, não se indispôs com os adversários e costumava se divertir e bastante nas festas. Deixou claro desde o início que foi para o reality em busca do prêmio máximo e que tinha o sonho de se formar em jornalismo e trabalhar como apresentadora de um telejornal.

Mesmo com sua pouca idade (19 anos), teve visão estratégica e foi, como ela própria definiu, “verdadeira” na hora de se posicionar. “Fui sempre eu mesma”, disse. Com mesma naturalidade que jogava, ela sorria de si mesma diante de seus tombos amorosos dentro da casa. Foi ignorada pelo “príncipe” Renan, principal desafeto da sua amiga Ana Paula, e enganada pelo falso brother libanês, Juliano Lahan, um ator com o qual teve um breve affair dentro da casa na sua estada de menos de 48 horas. “Eu fui uma trouxa em rede nacional. Vou dar na cara daquele menino”, disse, rindo de si mesma.

Assim como Munik, a youtubber Cacau também tem 19 anos e estuda publicidade e propaganda. Ela terminou um relacionamento sério só para entrar no BBB16 e formou casal com Matheus, por quem chorou em praticamente todas as festas do reallity. Ao contrário de Munik, Cacau não demonstrou maturidade no confinamento. Ela se vestiu de um personagem infantil, se comportou como uma menina mimada, fez o papel de namorada desprezada pelo affair. E se escondeu o tempo todo do jogo, formando com Matheus a Facção Sabonete. Chegou à final por um golpe de pura sorte. Não enfrentou nenhuma berlinda. Na hora que foi ser avaliada pelo público, não resistiu. Perdeu quem não se assumiu. Venceu quem entrou de corpo e alma.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO