'As meninas superpoderosas' voltam nesta segunda (4) à TV tratando igualdade de gênero

Nova animação retorna em episódios inéditos, simultaneamente com os Estados Unidos e conta com desenhista mineira na equipe de criação

por Correio Braziliense 04/04/2016 14:54

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Depois de 10 anos as garotas mais poderosas do mundo retornam à tevê nesta segunda-feira (4/4) com episódios inéditos. A partir das 19h30, o Cartoon Network começa a exibir uma nova temporada de As Meninas Superpoderosas, que chega cercada de expectativa.

Serão 40 novos episódios de 11 minutos cada. E todos os principais personagens estão de volta: Professor Utônio, pai e criador das garotas, o Prefeito e os vilões Macaco Louco, Princesa e Ele.
Cartoon Network/Divulgação
Florzinha, Lindinha e Docinho ganharam novo visual e estão conectadas ao mundo contemporâneo (foto: Cartoon Network/Divulgação)

Florzinha, Lindinha e Docinho ganharam novo visual e estão conectadas ao mundo contemporâneo. Alguns exemplos são que ao invés de serem convocadas pelo prefeito para salvar o dia no clássico telefone fixo do quarto, elas agora possuem um smartphone para atender ao chamado e em um dos episódios as meninas aventuram-se como youtubers.

A série de desenho animado foi criada e escrita por Craig McCracken. Sucesso em todo o mundo, a série foi considerada a nova mania dos Estados Unidos durante o fim da década de 1990 e início dos anos 2000.

Se na primeira versão elas já tinham um discurso até certo ponto avançado sobre igualdade de gênero, agora o feminismo já estará em foco no episódio de estreia. No vídeo de divulgação da nova temporada, ao se deparar com um lenhador que quer devolver as “raízes de macho” da cidade e ouvir um “Por que você não vai brincar com suas bonecas, princesa?”, Docinho resolve confrontá-lo, partindo para a luta até derrotá-lo.


Uma curiosidade é que uma das desenhistas da equipe do desenhor é a mineira mineira Letícia Abreu, de 32 anos, e que mora há uma década nos Estados Unidos.


Formada em Belas Artes pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Letícia prestava serviços à gigante Dreamworks, na série "As Aventuras do Gato de Botas", quando enviou seu material aos diretores da série após saber por uma amiga, que trabalha no Cartoon, que havia o interesse do canal de ter uma profissional capaz de unir as habilidades de desenhar e contar histórias.

 

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO