Segurança de Michael Jackson fala sobre polêmica em hotel de Berlim

Em entrevista ao portal britânico Express, Matt Fiddes expôs detalhes sobre o ocorrido

por Correio Braziliense 11/02/2016 18:29

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Reprodução
(foto: Reprodução)
Segundo o segurança e amigo do astro Michael Jackson, Matt Fiddes, nunca existiu a possibilidade do filho do astro ser arremessado da varanda de um hotel em Berlim pelo próprio pai. Como conta o segurança, que estava presente no local um dia após o ocorrido, Michael se isolou do mundo após descobrir a repercussão negativa do ato polêmico.

Em entrevista ao portal britânico Express, ele explicou que o público estava ansioso para ver o bebê, que hoje está prestes a completar 14 anos, e já que o astro não viu nenhum problema em mostrá-lo ao mundo, foi até a sacada do hotel.

"Ele saiu e mostrou o bebê a eles, enquanto o público clamava por mais. Então ele voltou ao quarto e não ouvimos mais nada", conta. Ainda segundo Fiddes, só depois que o grupo recebeu uma ligação dos Estados Unidos, informando para evitar a imprensa, perceberam que havia algo de errado.

"As pessoas precisariam estar no momento para entender o ângulo das fotos divulgadas, ele não poderia ter jogado o bebê. Entretando, sabia que havia cometido um grande erro, por isso se trancou no quarto durante dias após o ocorrido. Ele ficou devastado", explica.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO