Idris Elba fala sobre a diversidade no cinema e critica falta de oportunidades

Ator fez um discurso no Parlamento britânico, questionando o papel das mulheres, LGBTs e deficientes no cinema

25/01/2016 18:25

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Divulgação
"O mundo moderno vai muito além de cor da pele. É sobre gênero, idade, deficiência, orientação sexual, origem social", afirmou o ator (foto: Divulgação)
A polêmica do racismo no Oscar ganhou mais um adapto: Idris Elba. O ator, no entanto, não se manteve apenas na exclusão racial e, em um discurso no Parlamento britânico, acrescentou outra minorias que sofrem com a falta de oportunidades no cinema hollywoodiano.

"Eu não estou aqui para falar sobre pessoas negras. Estou aqui para falar sobre diversidade, o que no mundo moderno vai muito além de cor da pele. É sobre gênero, idade, deficiência, orientação sexual, origem social e – o mais importante e que mais me preocupa – a diversidade de pensamento", afirmou o ator.

Astro da série Luther, Idris destacou a falta de espaço no cinema para comunidade LGBT, mulheres e portadores de deficiência. Segundo ele, é preciso se questionar sobre os papéis que estes têm ganhado em produções. "São grupos com pouca representação. A indústria do cinema pensa dentro da caixa, eles precisam sair da caixa", completou.
 
 
 
Idris afirmou ainda que é papel da TV e do cinema representar as minorias da sociedade e que roteiristas e produtores precisam parar com alguns estereótipos. "Você precisa se perguntar, as pessoas negras estão geralmente interpretando criminosos? As mulheres estão sempre interpretando interesses amorosos ou falando sobre homens? Os homens gays são sempre estereotipados? As pessoas com deficiência aparecem em algum momento? O motivo pelo qual eu fui para a América é que os Estados Unidos têm a política de diversidade mais famosa de todas, se chama Sonho Americano. O problema é o espaço entre o sonho e a realidade", finalizou o ator.

Estrela do filme Beasts of no nation, produzido pela Netflix, Idris era um dos favoritos ao Oscar, mas acabou sendo deixado de lado na lista de indicados. No Globo de Ouro, no entanto, ele recebeu uma indicação, mas perdeu para Sylvester Stallone.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO