Novo participante do BBB, Matheus é de cidade arrasada por desastre da Samarco

Competidor do reality show nasceu em Barra Longa, na Zona da Mata: ''vi minha cidade destruída pela lama'', ele recorda

por Bossuet Alvim 22/01/2016 20:49

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Confinado em uma ala restrita na casa do Big brother Brasil, o mineiro Matheus tem muito tempo para lembrar de Barra Longa, sua cidade natal. O candidato a uma vaga no reality show acompanhou de longe quando o município com cerca de 7 mil habitantes foi atingido pela lama da barragem da Samarco, em novembro. Após o desastre ambiental do distrito de Bento Rodrigues, os dejetos de minério desceram de Mariana, pelo Rio Gualaxo, até a localidade na Zona da Mata, onde o jovem nasceu. "Minha mãe perdeu o emprego, muita gente perdeu tudo na tragédia", disse o participante ao apresentador Pedro Bial na noite da última quinta-feira, 21, quando entrou na casa.
Raquel Gonzalez/Globo/Divulgação
Engenheiro eletricista esteve na cidade logo após a enxurrada de dejetos que desceu de Bento Rodrigues pelo Rio Gualaxo: ''Nunca imaginei que fosse acontecer uma barbaridade dessas'' (foto: Raquel Gonzalez/Globo/Divulgação)
Engenheiro eletricista, o rapaz de 25 anos mora em Macaé, no Rio de Janeiro, mas viajou até Barra Longa nos dias que se seguiram após o desastre. "Fui para ajudar e fiquei muito triste com o que vi. Era muita gente desabrigada", recordou, em entrevista ao site oficial da atração.

Matheus aponta esta passagem como o momento "mais triste'' de sua vida, mas também leva histórias positivas para conquistar o público. "Gosto de viver, gosto da vida", afirma ele, que já trabalhou como servente de pedreiro na Austrália para bancar um curso de inglês.

Junto a Matheus, outros três novos participantes chegaram ao programa e vão competir por duas vagas no reality, através de votação do público. Na parte da casa que fica separada dos demais competidores, outras duas mineiras embarcam na disputa. A escritora Fernanda, de 28 anos, é de Belo Horizonte, enquanto a professora aposentada Geralda, de 63, representa a cidade de Curvelo. Na seleção inicial do programa, que começou na última terça-feira, há outra sister do estado: a jornalista Ana Paula, também nascida na capital.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO