Com boa temática, mas queda de audiência, 'I Love Paraisópolis' chega ao fim nesta sexta

Novela das 19h da Rede Globo foi protagonizada por Bruna Marquezine e Caio Castro

por Diário de Pernambuco 06/11/2015 13:38

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Globo/Divulgação
Bruna Marquezine interpretou a mocinha Mari (foto: Globo/Divulgação)
I love Paraisópolis
não sai de cena na melhor fase. Os primeiros capítulos da trama das 19h foram cativantes, bem-humorados, com temáticas interessantes e bom elenco. O primeiro mês rendeu média de 25 pontos. Chamou a atenção por ter, em alguns momentos, mais audiência do que Babilônia, última novela da faixa. Mas, no decorrer da drama, que chega ao fim nesta sexta-feira, a popularidade sofreu uma queda. Em outubro, a média foi 22 pontos.

Entre os fatos positivos, a novela de Alcides Nogueira e Mario Teixeira soube misturar romantismo, comédia, agilidade a abordagens de assuntos sérios, como racismo, preconceito e reurbanização de favela. A produção foi marcada por boas atuações de Babu Santana, Nicette Bruno, Letícia Spiller e Zezé Barbosa.

Nem tudo foram flores. A presença de atores dos quilates de Lima Duarte e Francisco Cuoco não foi aproveitada. A forma que os autores encontraram para justificar a permanência do mafioso Dom Peppino, vivido por Duarte, é inverossímel. Nem o próprio ator demonstrou acreditar na trama. Caio Castro também não convenceu como o vilão Grego.

Com participação de Luan Santana, o último capítulo terá gravidez tripla de Eva (Soraya Ravenle), Danda (Tatá Werneck) e Paulucha (Fabíula Nascimento) A vilã Soraya (Letícia Spiller) recebe diagnóstico de Alzheimer. Após passagem do tempo, Grego sai da prisão. Marizete (Bruna Marquezine) e Benjamin (Maurício Destri) têm trigêmeos. I love Paraisópolis será substituída por Totalmente demais, a partir de terça-feira.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO