Rainha dos Caminhoneiros: Mulher Abacaxi vai processar Sula Miranda por ''insinuações homofóbicas''

Modelo transexual se sentiu ofendida por cantora ter dito que caminhoneiros não querem ''comer frutinha''

22/09/2015 16:29

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

MF Models Assessoria/Divulgação
''Achei a atitude dela preconceituosa e agora ela vai responder nos tribunais. Isso demonstra um forte preconceito com os gays'', afirma Marcela Porto, a Mulher Abacaxi (foto: MF Models Assessoria/Divulgação)
A disputa pelo título de "Rainha dos Caminhoneiros" deve levar Sula Miranda e uma mulher-fruta aos tribunais. Nesta terça-feira, 22, a modelo transexual Marcela Porto, que atende pela alcunha de Mulher Abacaxi, anunciou que vai processar a cantora sertaneja pelo que ela considera "insinuações homofóbicas".

 

Veja ensaio sensual da Mulher Abacaxi com um de seus caminhões

 

O embate começou quando Marcela se autoproclamou a nova musa dos motoristas de caminhão, tanto por sua admiração em relação aos profissionais quanto por experiências de vida que aproximaram-na das estradas. A atitude da nova rainha parece ter incomodado Sula, eternizada nas décadas de 1980 e 1990 como a musa principal entre os caminhoneiros.

 

Em entrevista ao programa Balanço geral (Record), na semana passada, a intérprete de Caminhoneiro do amor disparou: "Você acha que caminhoneiro quer comer frutinha? Caminhoneiro gosta de 'sustança'". A declaração de Sula foi encarada por Marcela como "provável alusão a gíria popular usada para definir gays", segundo assessoria de imprensa.

 

"Como já afirmei antes, achei a atitude dela preconceituosa e agora ela vai responder nos tribunais. Isso demonstra um forte preconceito com os gays", afirma Marcela. Ainda no mesmo programa de TV, Miranda se gabou do posto conquistado há mais de 30 anos. "Quem é o Rei do Futebol? Pelé. Rei da Música? Roberto Carlos. Rainha do Bumbum? Gretchen! E a Rainha dos caminhoneiros? A Sula", disse a cantora.

 

Para Marcela Porto, ter vivido de perto o cotidiano dos motoristas é o que lhe confere mais respaldo do que Sula na disputa pelo título. "Quanto ao título de rainha dos Caminhoneiros, ela se acha no direito de usar por ter cantado uma música sobre eles, enquanto eu vivi a realidade deles, eu sei a dor e a delícia de ocupar a boléia de um caminhão", concluiu a Mulher Abacaxi.



VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO