Com acordo e pagamento de R$ 75 mil, Latino fica livre da prisão

Caso cantor não pague a segunda parcela do valor devido em pensão alimentícia até o dia 18, poderá ser preso

por Estado de Minas 10/09/2015 16:22

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Reprodução/Instagram
Dívida pode chegar a R$ 500 mil (foto: Reprodução/Instagram)
O mandado de prisão do cantor Latino foi suspenso temporariamente pela Justiça. O advogado dele e a empresária Gláucia Roberta de Souza, mãe da filha de 2 anos do cantor, entraram em um acordo que prevê o pagamento da dívida referente à pensão alimentícia que não é paga desde de setembro de 2014.

A parcela total é estimada em R$ 150 mil e o cantor precisou fazer um depósito de R$ 75 mil nesta quinta-feira e deve pagar o restante até o dia 18 de setembro. Caso não pague, um novo mandado de prisão pode ser expedido.

Após a quitação das dívidas atrasadas, o cantor deverá depoistar R$ 10 mil todo mês, referente ao valor mensal da pensão da filha. Caso atrase novamente, poderá ser alvo de uma nova ameaça de prisão. Além deste processo, Glaucia pede uma compensação dos atrasados desde o nascimento da filha, fazendo com que a dívida chege até R$ 500 mil.

O CASO

Na última terça-feira, a Justiça de São Paulo decretou a prisão do cantor Latino pelo não pagamento de pensão alimentícia a sua filha Valentina, de 2 anos e 8 meses.

De acordo com o advogado Fernando Abrahão, que representa a mãe da menina, a empresária Gláucia Roberta de Souza, a ação contra o artista foi ingressada em maio do ano passado, mas, desde então, Latino só efetuou o pagamento referente a três meses de pensão, no valor total de R$ 30 mil.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO