Com prostituição e zoofilia, livro de Andressa Urach é o mais vendido da semana

Biografia da ex-Miss Bumbum foi publicação mais vendida na categoria 'Não Ficção', em lista do 'Publishnews'

por Estado de Minas 10/09/2015 14:26

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Reprodução/Instagram
Livro reúne várias polêmicas da vida da ex-miss Bumbum (foto: Reprodução/Instagram)
Andressa Urach usou o Instagram para comemorar um feito incrível: a biografia da modelo, 'Morri para viver', conquistou o primeiro lugar entre os livros de "não-ficção" mais vendidos do Brasil na última semana. A lista, montada pelo site 'Publishnews', reúne dados de editoras e livrarias de todo o Brasil.

"Com 15 dias de lançamento, 'Morri para viver' já é o livro mais lido do Brasil! Primeiro lugar no ranking do site oficial das livrarias e editoras do país! Mais do que a alegria dessa conquista, é a certeza de que milhares de pessoas estão refletindo sobre suas escolhas e desejando um recomeço na vida! Que a vida de muitos sejam transformadas assim como aconteceu comigo! Nunca é tarde para recomeçar", escreveu a modelo na publicação.

Reprodução/Instagram
Em uma semana, a biografia de Andressa Urach vendeu quase quatro mil exemplares em todo o país (foto: Reprodução/Instagram)
No ranking geral, 'Morri para viver' ficou no quinto lugar, com 3689 exemplares vendidos, perdendo para 'Philia', do Padre Marcelo Rossi, o clássico 'O pequeno príncipe', 'Não se iluda, não', de Isabela Freitas, e 'Ansiedade: Como enfrentar o mal do século', de Augusto Cury.

A biografia de Andressa Urach relata polêmicos episódios da vida da ex-Vice Miss Bumbum, incluindo um orgasmo com um cachorro, experiências sadomasoquistas, o falso namoro gay, além da perda da virgindade com seu meio-irmão e os dois mil homens com quem transou em seis anos.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO