Andressa Urach relembra tempos de prostituta e diz que pretende adotar duas crianças

Modelo registrou suas experiências com prostituição e uso de drogas na biografia 'Morri para viver'

por Diário de Pernambuco 07/09/2015 12:51

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.

Gil Rodrigues/Esp. Aqui/D.A Press
(foto: Gil Rodrigues/Esp. Aqui/D.A Press)
Andressa Urach não sai da mídia há seis anos, quando começou o trabalho como modelo. No início da carreira, ela se desdobrava para ampliar os 15 minutos de fama, como ensaios nus na participação no reality show 'A fazenda' (Record) e polêmicas forçadas como ficar nua pintada com as cores de Portugal para chamar a atenção do jogador Cristiano Ronaldo.

O drama vivido no fim do ano passado, quando a perna se infeccionou devido ao uso de hidrogel, promoveu uma transformação radical, que pode ser observada na biografia 'Morri para viver - Meu submundo de fama, drogas e prostituição' (Editora Planeta, R$ 36,90).

 

Mãe de um menino de dez anos, Andressa ficou ainda mais em evidência ao revelar os bastidores da prostituição e segredos da vida íntima, como envolvimento com drogas, orgasmo com cachorro e incesto com o irmão. O nome de guerra no mundo da prostitução era Ímola.

Como foi a decisão de contar tudo em uma biografia?
Olha… Não foi fácil. Foi uma decisão muito difícil de ser tomada, mas eu precisava. Foi uma forma de desabafar. Uma forma de tentar ajudar as pessoas. Tava no fundo do poço, perdida. A oportunidade de fazer a biografia foi um alívio. Tirei um peso das minhas costas.

A biografia foi uma estratégia para se manter na mídia após seus problemas de saúde?

Não. Já sou contratada da Record, antes era apresentadora na RedeTV. Já estava na mídia. A biografia foi uma forma de ajudar pessoas que passam pelas mesmas situações que passei, com problemas com drogas, depressão, psicológicos, envolvimento sexual com animais e pessoas da família. Não poderia deixar minha história de fora. Agora criei outras prioridades. Se chegar um momento em que eu não estiver mais na televisão, não me importa mais. Eu quis ficar famosa por causa da prostituição. Se ficassse famosa, ganharia mais. Não me prostituo mais, então não preciso do cachê alto.

Como está a sua vida sem a ostentação de antes?
Antes não dava valor para as pequenas coisas. Agora faço comida em casa e me alimento de forma mais saudável, por exemplo. Vivia comendo em restaurante. Era uma outra rotina. Agora eu cuido do meu filho, que antes morava com minha mãe. Tenho prazer de ficar com ele. Eu realmente precisei estar de frente para a morte para dar valor a vida.

Como ele reagiu com tudo isso?

Eu contei para ele na última internação. Contei tudo. Ele é um menino carinhoso. Entende que aquela Andressa já morreu. Ele sabe que o livro é para ajudar as pessoas. É inteligente. Me preocuparia com ele antes com a mãe de antes. Hoje sou uma nova mãe.


Você pretende seguir carreira de que agora?
Eu gosto muito de televisão. Pretendo continuar. Eu só vou dar um tempo porque vou fazer o lançamento do livro no Brasil todo. Gravei algumas matérias para ficar em gaveta. Em janeiro, devo voltar ao 'Domingo show'. Eu fiz um propósito com Deus. Eu pretendo adotar duas crianças. Eu tenho esses três meses viajando. Depois, cuido disso. Quero trabalhar, cuidar do meu filho, da minha saúde. Também tenho minha coleção de roupas, com peças mais comportadas. Eu tinha uma dificuldade de encontrar roupas que não fossem justas e decotadas. Por isso, lancei.

Você está namorando?
Não pretendo, por enquanto, vida sentimental. Eu costumo dizer que estou com um processo de desintoxicação sentimental. Se acontecer, ele tem que ter a mesma fé que eu, acreditar em Deus e valorizar o significado de uma família.

O dinheiro ainda é acima de tudo?
Não que o dinheiro não seja importante, mas eu era uma pessoa de extremos. Eu colocava o dinheiro acima de tudo. Queria dar uma cobertura para minha mãe. Ela não trabalhava para cuidar dele. Agora ele está comigo. Eu comprei um carro mais econômico, não é importado como o de antes. É uma vida mais humilde, mas mais honrada.

Como está lidando com a reação das pessoas?

As pessoas têm me recebido muito bem. Os comentários estão muito positivos. O passado pertence ao passado. então é verdade para mostrar de onde sair. As pessoas estão me abraçando muito. principalmente nas redes sociais. Eu me arrependo de tudo. Se pudesse fazer uma história diferente, eu faria. Vou fazer daqui para frente. O que posso fazer é uma nova vida. O que importa é a salvação da minha alma. O que vai acontecer, eu não sei. Estão nos planos de Deus.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO