'A Regra do Jogo' estreia com desafio de retomar audiência perdida com Babilônia

Trama das 21h revive parceria de João Emanuel Carneiro e Amora Mautner, roteirista e diretora de Avenida Brasil

por Diário de Pernambuco 31/08/2015 12:10

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
 GShow/Divulgação
Vaness Giácomo e Alexandre Nero em cena de 'A Regra do Jogo' (foto: GShow/Divulgação)
No jogo da vida, quais são as regras para você? O novo “dilema” das 21h, como a trama se descreve nas chamadas promocionais, tem o desafio de alavancar a audiência perdida pela anterior 'Babilônia', que chegou a ficar atrás das novelas das 18h e 19h da Globo. 'A Regra do Jogo' estreia nesta segunda-feira (31) revivendo a parceria de um dos maiores sucessos da emissora dos últimos tempos: o autor João Emanuel Carneiro e a diretora Amora Mautner, ambos de 'Avenida Brasil'.

A fotografia será inovadora por inserir um recurso batizado de “caixa cênica”, cuja finalidade é imprimir caráter de reality show à trama. Além de ter dobrado o número das fixas - oito, no total -, o set contém câmeras escondidas para transportar mais naturalidade e realidade à teledramaturgia. Interpretação “mais orgânica”, como sugere a diretora Amora Mautner.

Algumas características semelhantes às novelas 'Avenida Brasil' e 'A favorita', ambas escritas por João Emanuel Carneiro, já foram identificadas. Uma delas é personagens sem maniqueísmos. O limite entre o bem e o mal ou o certo e o errado é questionável. Após o Comendador de Império, Alexandre Nero vive o ex-vereador Romero Rômulo. Aparentemente um defensor dos direitos humanos, mas que vive em conflitos. Outra semelhança é a temática da vingança como fio condutor. Injustiça, trambique, crime organizado e um núcleo cômico também serão explorados.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO