Herdeira de Silvio Santos, Patrícia Abravanel vem se destacando na programação do SBT

Patrícia Abravanel apresenta o programa Máquina da fama

por Ana Clara Brant 09/08/2015 11:55

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Arthur Igrecias/SBT
(foto: Arthur Igrecias/SBT )
Ela é conhecida como a “filha número 4” de Silvio Santos e talvez seja a mais famosa delas e a mais parecida com o pai, apesar de ele ter em casa seis mulheres. Patrícia Abravanel, de 37 anos, comanda o Máquina da fama, programa em que os participantes passam por uma transformação para ficarem parecidos com artistas e devem interpretá-los. A atração está entre as cinco mais assistidas do SBT/Alterosa.

Além disso, a apresentadora participa do “Jogo dos pontinhos”, no Programa Silvio Santos, do Roda a roda, que grava às vezes substituindo o pai, e recentemente voltou a fazer o quadro “Patricia tá na rua”, também para o programa de Sílvio. Mas sem dúvida são os bons índices alcançados pelo Máquina da fama que têm sido motivo de maior orgulho para a moça, que é mãe de Pedro, do seu relacionamento com o deputado Fábio Faria (PSD-RN).

A sucessora “Todos do Máquina da fama e do SBT estão muito felizes e satisfeitos com os resultados, porque de fato é um show incrível, que exige muita dedicação”, afirma Patrícia. “É tanto trabalho e entrosamento, que o resultado realmente aparece na TV de maneira surpreendente. Sem contar que têm muitas informações da cultura pop e da música. Existe um dinamismo que mantém o programa vivo. Eu aprendo muito a cada dia. Se superou nossas expectativas? Sim. Mas não posso dizer que foi por acaso.”

A predisposição de Patrícia em seguir os passos de Silvio Santos diante das câmeras desde a infância podia ser observada e sempre chamava a atenção nas raras vezes em que participava dos programas apresentados pelo pai ou por Mara Maravilha. Ela admite que sempre alimentou esse desejo, mas só decidiu seguir em frente quando o pai a incentivou a fazer um teste piloto, para ver como se saía. “E a gente gostou do que viu. Ficou simpático. Comecei fazendo o Festival SBT 30 anos e não parei mais”, lembra.

Em 2011, Patrícia estreou com o programa Cante se puder e dois anos depois assumia o Máquina da fama. A apresentadora admite que quando entrou n SBT achou que seria criticada ou até sofreria um certo preconceito por ser filha de quem é. Porém, felizmente, isso não aconteceu. “Sempre fui recebida com muito carinho e acho que é porque as pessoas sempre reconheceram um pouquinho do meu pai em mim. Todas nós temos um pouquinho do meu pai. Também acho que sempre encarei tudo com muita naturalidade e de maneira leve. De cara, já assumi que estava ali por ser filha do patrão”, revela.

Apontada por muita gente como substituta de Silvio, pelo seu carisma e espontaneidade, Patrícia Abravanel trata logo de afirmar que acha natural isso acontecer por ser filha dele, mas que o pai é único e insubstituível. “Temos muitas coisas parecidas, principalmente a alegria e o caráter. E ele acaba sendo o meu maior ídolo na profissão. Meu pai é o maior comunicador do Brasil”, ressalta ela, que quer apenas continuar trabalhando e contribuindo para fortalecer tudo o que sua família construiu.

Patroas

O SBT vai deixar em breve de ser o canal do patrão e passará a ser conhecido como “canal das patroas”. A emissora, que chegou a contratar a consultoria norte-americana McKinsey, está passando por uma reestruturação que implica na descentralização das decisões na rede de TV e também nas 30 empresas do grupo Silvio Santos. Dessa forma, a companhia será comandada por um conselho formado pelas seis filhas (Cíntia, Silvia, Daniela, Patrícia, Rebeca e Renata) e mais três profissionais ainda não definidos. Patrícia não quis comentar o assunto.

TRÊS PERGUNTAS PARA... PATRÍCIA ABRAVANEL

Em quem você mais se espelha na TV? É realmente seu pai?
Eu procuro não me espelhar em ninguém. Isso não quer dizer que eu não acompanhe o que os outros apresentadores estão fazendo. Mas aprendo muita coisa com meu pai.

Como é a sua relação com a audiência? Costuma assistir ao seu programa acompanhando como está o ibope?
Não fico acompanhando o Ibope durante o programa não. Minha preocupação maior é com a qualidade do nosso conteúdo. Mas claro que acompanho nossos resultados de maneira geral, de audiência e comerciais. E estamos tendo respostas positivas nesses dois aspectos, graças a Deus. É um termômetro para mim, pois não quero estar na TV se não for para dar resultado. Fico muito feliz que estamos no caminho certo.

O que você acha que o público mais gosta em você?
Acho que o público gosta da verdade. Ele é muito sensível e percebe quando o apresentador tenta ser o que não é. Sempre procuro ser autêntica e não me preocupo muito com o que as pessoas possam pensar ou dizer de mim. Tento encarar os desafios e me testar. Tem sido muito divertido e gratificante, principalmente porque posso interagir com o público. Existe muito carinho e respeito com a plateia no SBT. Dedico sempre um tempo especial para eles, brinco, faço games, levo as pessoas para o palco quando querem. Não gosto de ficar no camarim.

VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO