Maria Bethânia é denunciada pelo Ministério Público por porte ilegal de arma

Revólver foi apreendido com segurança particular da cantora durante patrulhamento de rotina

16/07/2015 12:25

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

RECOMENDAR PARA:

INFORMAÇÕES PESSOAIS:

CORREÇÃO:

Preencha todos os campos.
Alexandre Guzanche/EM/D.A Press
(foto: Alexandre Guzanche/EM/D.A Press)
Maria Bethânia recebeu denuncia do Ministério Público estadual por ter emprestado uma arma a um segurança particular de sua casa. De acordo com a denúncia, encaminhada à 31ª Vara Criminal do Rio, o funcionário Adevan Barbosa Lourenço foi preso em flagrante na porta da casa da cantora no Rio de Janeiro com um revólver registrado em nome de Bethânia. O segurança também foi denunciado pelo MP por porte ilegal de arma. 

Caso sejam condenados, Maria Bethânia e Adevan podem responder por pena de dois a quatro anos de prisão e multa, previstos pelo artigo 14º do Estatuto do Desarmamento (Lei 10826/03). 

 "Após a apresentação da defesa, o MP se manifestará e o processo seguirá para designação de audiência ou poderá ser determinada a absolvição sumária da cantora, se comprovado que não foi ela quem emprestou a arma", diz a nota do órgão.

De acordo com o jornal Extra, o segurança foi preso por dois policiais militares no dia 5 de junho, durante um patrulhamento de rotina em São Conrado. Ele portava um revólver de calibre 38, carregado com seis balas. Adevan trabalha há cinco anos com a cantora. 

Na delegacia, o registro da arma, em nome de Maria Bethânia, foi apresentado por uma assessora e é datada de 4 de dezembro de 1997. Porém, a cantora não tem permissão para portar ou trasitar com o revólver. Em depoimento, Adevan afirmou que só usava a arma durante o expediente, como combinado com Maria Bethânia. 


VÍDEOS RECOMENDADOS

MAIS SOBRE MEXERICO